A Propaganda eleitoral gratuita para o primeiro turno das #Eleições 2016 começa a ser veiculada a partir desta sexta-feira, dia 26, em todo o Brasil, indo ao ar nas emissoras de rádio e #Televisão, em duas faixas de horário por dia.

O horário eleitoral é um espaço reservado por lei, dentro das programações de rádios e canais de TV, para que os candidatos apresentem suas propostas à população. Ou seja, por mais que muitas pessoas se incomodem com esse tipo de programa, ele é fundamental para que o eleitor conheça melhor seus candidatos.

E para as eleições 2016, quando milhões de eleitores em todo o Brasil vão escolher novos prefeitos e vereadores, serão implantadas algumas mudanças na propaganda política.

Publicidade
Publicidade

Ao contrário das eleições passadas, quando havia dois blocos diários de 30 minutos, neste ano cada bloco terá apenas 10 minutos de duração.

Outra mudança interessante é que o horário político terá apenas a apresentação dos candidatos a prefeito. As propagandas dos candidatos a vereador serão exibidas em várias inserções ao longo do dia, em meio à programação normal das emissoras.

Horários

A propaganda eleitoral no rádio será veiculada de segunda a sábado, das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Já a propaganda eleitoral na TV irá ao ar das 13h às 13h10 e entre 20h30 e 20h40.

No caso das inserções, que irão mostrar os candidatos a vereador e mais propaganda dos concorrentes a prefeito, elas podem ser de 30 ou 60 segundos, cada uma, somando 70 minutos diários. Elas poderão ser veiculadas de segunda a domingo, das 5h à meia-noite.

Publicidade

Até quando o horário eleitoral será exibido? Tanto na TV quanto no rádio, a propaganda política será veiculada até o dia 29 de setembro.

Segundo turno

Nas cidades em que houver o segundo turno das eleições 2016, o horário político no rádio e na TV recomeça no dia 15 de outubro, sendo veiculado até o dia 28 do mesmo mês.

Vale lembrar que o primeiro turno das eleições 2016 acontece no dia 2 de outubro, enquanto o segundo turno, que só ocorre nas cidades com mais de 200 mil eleitores, quando necessário, está marcado para o dia 30 de outubro.