O Colunista Felipe Brasil, do site da Revista Veja, publicou nesta semana uma matéria que mostra como o Partido dos Trabalhadores (PT), estaria distorcendo algumas pesquisas eleitorais. No dia 17 de abril, por exemplo, o deputado federal eleito pela legenda na Bahia, Afonso Florence, que chegou a usar uma suposta pesquisa do Instituto Vox Populi, tentando pressionar os colegas no parlamento a votar contra a presidente afastada Dilma Rousseff. Não teve jeito, como sabemos, a história acabou se concretizando e Dilma teve 367 votos contrários. 

Alguns dias depois, já mais recentemente, o blog petista Brasil 247, trouxe como manchete o título “Vox: 79% dos brasileiros defendem o Fora, Temer”.

Publicidade
Publicidade

O editor do blog, Leonardo Attuck, é acusado de receber R$ 120 mil do esquema envolvendo a principal investigação do Brasil, a Lava Jato. A pesquisa curiosamente foi paga pela já famigerada revista 'Carta Capital'. O tal referendo, no entanto, revelava que 61% dos brasileiros pede novas eleições, enquanto 18% pediam a volta de Dilma. Ou seja, mesmo sabendo que a pesquisa era feita por uma publicação de esquerda, essa foi muito ruim para Rousseff, pois mostrou que apenas em média um em cada seis brasileiros quer ela de volta, o que demonstra que o discurso de que o processo de impeachment é um "golpe de estado" acabou não colando. 

O jeito visto pelo blog petista foi somar um dado com o outro e dizer que quase 80% dos brasileiros quer que Temer saia do poder. Felizmente, os brasileiros estão cada vez mais lendo bastante e interpretando muito bem as notícias.

Publicidade

A pesquisa mostrava só dados ruins para Rousseff. Ela mostrava ainda que antes eram 21% de pessoas que queria que a petista voltasse. Ou seja, entre um referendo e outro foram 3% de diferença. 

Esse tipo de manipulação tem provocado muita polêmica no mundo político, mas infelizmente é bastante comum. O jogo com a mídia faz parte do processo eleitoral, vide Marisa Silva, hoje na Rede, que foi massacrada na campanha presidencial de 2014 na "campanha do medo".  #PT #Lula