A Operação Lava-Jato promete continuar a fazer história no Brasil. A ministra do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) Maria Thereza de Assis Moura decidiu nesta terça-feira, 09, pedir que uma investigação ampla seja realizada contra três grandes partidos brasileiros, o Partido dos Trabalhadores (#PT), o Partido Progressista (PP) e o #PMDB. O inquérito pode acabar com a extinção das siglas políticas e é aberto após revelações devastadores feitas na Operação Lava-Jato, que é conduzida no Brasil pelo juiz federal Sérgio Moro. Agora o TSE deve julgar e investigar se houve mesmo recebimento de dinheiro irregular, as famosas propinas, disfarçadas como doações para campanhas eleitorais, como a da presidente afastada Dilma Rousseff. 

Comprovada a irregularidade, essas legendas podem ficar sem registro na Justiça Eleitoral, obrigando seus candidatos a irem para outras siglas.

Publicidade
Publicidade

É claro que essa é a atitude mais enérgica que poderia acontecer e menos provável. No entanto, até então, falava-se apenas nessa possibilidade para o PT, o que irritou Senadores da legenda. Alguns chegaram até a assinar uma nota oficial criticando o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ministro Gilmar Mendes, chamando ele de representante da direita brasileira e que ele já seria um militante mais do que declarado contra o partido que elegeu Dilma e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. 

Agora o processo que pode acabar não só com o PT é baseado no desvio de dinheiro da maior estatal brasileira, a Petrobras. O julgamento do caso será retomado apenas no dia 25 de agosto. Isso porque o Ministro Henrique Neves pediu tempo para ler os processos. Maria Thereza lembrou que seu mandato acaba em três semanas e que seria bom que isso fosse julgado antes dela ir embora.

Publicidade

Ela disse que diante da comprovação dos fatos estaríamos diante de algo claro de que políticos podem fazer tudo pela conquista do poder e que é dever da justiça boicotar atitudes ilícitas. 

E agora, você acredita que essas legendas realmente serão extintas?  #Impeachment