Foram mais de 16 horas, em que Senadores brasileiros discursaram sobre o #Impeachment de Dilma. Os debates, que iniciaram na última segunda-feira, dia 29/08 às 10 horas da manhã, terão fim somente na quarta, no dia 31/08, às 2h27 da madrugada. No total, 66 Senadores da República deram suas opiniões sobre o Impeachment da presidente do Brasil #Dilma Rousseff, dentre os 66, 44 são a favor, 18 são contra, 1 nuloAo contrário do que foi dito, não houve réplica, nem tréplica.

Foi um dos dias mais cansativos do julgamento do #senado, foram 16 horas de discursos, entre todos os 66 Senadores inscritos, apenas 63 discursaram, outros 3 desistiram.

Publicidade
Publicidade

Durante a sessão houveram dois intervalos, um logo após o início para o almoço e com a volta marcada para as 14 horas e 10 minutos, mas que acabou tendo um atraso de 23 minutos, voltando as 14 horas e 33 minutos e outro as 18 horas e 10 minutos e que voltou as 19 horas e 32 minutos contendo atraso de 22 minutos.

Durante os discursos do Senado houve um grande alvoroço da parte dos Senadores no microblog Twitter, alguns a favor ao Impeachment:

E alguns estavam contra o processo:

Aécio se manifestou contra a Dilma, acusou sua defesa de tentar desqualificar adversários, e acrescentou "vou para a minha casa hoje senhor Lewandowski tranquilo", leia a cobertura completa da sessão.

Publicidade

Sequência de Julgamento

Os 66 Senadores (em sequência) são: Gladson Cameli, Antonio Anastasia, Jorge Viana, Roberto Requião, Ataídes Oliveira, Lúcia Vânia, Lasier Martins, Acir Gurgacz, Ronaldo Caiado, Alvaro Dias, Angela Portela, Telmário Mota, Fátima Bezerra, Lídice da Mata, Ricardo Ferraço, Vanessa Grazziotin, Gleisi Hoffmann, Fernando Collor, José Medeiros, Humberto Costa, Cássio Cunha Lima, Lindbergh Farias, Eduardo Amorim, Aécio Neves, Magno Malta, Armando Monteiro, Valdir Raupp, Ivo Cassol, Paulo Paim, José Aníbal, Garibaldi Alves Filho, Regina Sousa, Eunício Oliveira, José Pimentel, Cidinho Santos, Flexa Ribeiro, Paulo Bauer, Dalírio Berger, Benedito de Lira, Randolfe Rodrigues, Hélio José, Wilder Morais, Antonio Carlos Valadares, Sérgio Petecão, Zezé Perrella, Rose de Freitas, Ana Amélia, Simone Tebet, Waldemir Moka, Otto Alencar, Pedro Chaves, Reguffe, Roberto Rocha, Fernando Bezerra Coelho, Cristovam Buarque, José Agripino, Dalirio Beber, Jorge Viana, Aloysio Nunes Ferreira, Paulo Rocha, João Capiberibe, Roberto Muniz, Eduardo Lopes, Ciro Nogueira, Davi Alcolumbre, Tasso Jereissati, mas que até o fim, 3 destes Senadores desistiram.

Publicidade

Gafes

O dia de julgamento contou com gafes tanto do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), quanto de Senadores, principalmente depois da meia noite quando as palavras ficavam difíceis de serem ditas.