Neste final de semana, o jornal americano "Wall Street Journal", lançou um artigo criticando duramente o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva e a presidente afastada #Dilma Rousseff. O nome do artigo é "Como Lula enganou o mundo" e foi escrito pela editora "Mary Anastasia O'Grady".

O artigo destacou em seu começo as Olimpíadas que estão sendo realizadas no Estado do Rio de Janeiro, onde nenhum incidente mais grave ofuscou o brilho da abertura e tudo está caminhando de uma forma tranquila, o que já seria para o Brasil e o mundo um cenário otimista, perto de tantas dificuldades que o país está vivendo. De acordo com a publicação isso seria até agora um "milagre", pois o Rio se tornou alvo de inúmeros problemas, como:  segurança despreparada, caos no trânsito e construções mal feitas.

Publicidade
Publicidade

A editora disse que o Rio não era para estar com tantos problemas e causar tanto temor nas pessoas, pois quando a cidade foi eleita para sediar as Olimpíadas, não era previsto que o Brasil estaria vivendo essas circunstâncias de hoje. Em 2009, Lula estava no comando e havia a perspectiva de que o país iria "decolar" com um novo tipo de socialismo. Lula era um homem de esquerda mas tinha uma visão diferente de Hugo Chávez e isso poderia tornar o Brasil em uma superpotência mundial. 

País em crise

Após dois anos, Lula deixou o cargo e entrou Dilma Rousseff e os Jogos Olímpicos de 2016 deveriam mostrar ao mundo um socialismo "forte" com preços acessíveis ao povo, indústrias trabalhando e produzindo muito, e uma rede de transporte organizada. Porém, o mundo viu outro cenário, uma imagem devastadora de um país em crise.

Publicidade

O governo do ex-presidente Lula colocou os seres humanos em segundo plano, quando a #Corrupção explodiu nos anos em que o PT esteve tomando conta do país.

Elogios

O jornal fez elogios a Fernando Henrique Cardoso, que segundo a editora, aderiu a políticas de estabilidade macroeconômica, o que foi muito bom para o país. Já agindo de uma forma oposta ao ex-presidente Fernando Henrique, Lula e Dilma pouco fizeram para manter os empresários investindo no país.

A corrupção de Lula foi um "banho de água fria" nos brasileiros e agora é acusado de tentar obstruir a Justiça. Enquanto Dilma sofre com o processo de impeachment. A editora termina dizendo que se a fraude política fosse crime, Lula e Dilma estariam condenados.