Marina Silva (Rede) já se declarou diversas vezes a favor do #Impeachment da presidente Dilma, e outras tantas vezes se disse a favor de uma nova eleição presidencial ainda esse ano. Contrariando o principal nome e criadora da Rede, Randolfe Rodrigues (AP), único senador do partido, já se declarou contrário ao impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Segundo a Direção Nacional da Rede, filiados e parlamentares que compõem a bancada do partido no Congresso não podem apoiar outra tese a não ser a realização de novas eleições presidenciais o mais rápido possível. A Rede entrou com um processo no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedindo a cassação das chapas de Dilma/Temer e Aécio Neves/Aluísio Nunes por crimes eleitorais em 2014. 

Randolfe se justificou e aproveitou para cutucar Marina Silva.

Publicidade
Publicidade

O senador relembrou que a ex-candidata apoiou Aécio Neves no segundo turno das eleições de 2014, então agora eles estão "quites", já que não concorda e não vê justificativa para o impeachment da presidente.  #Dentro da política