Há quem diga que o #Governo interino do presidente Michel Temer (#PMDB) tenha avaliação positiva em comparação ao da presidente afastada, Dilma Rousseff (PT). Porém, muitos apontam para o desmanche que o governo do presidente interino vem fazendo em seu governo. Dentre as inúmeras polêmicas está a distribuição de cargos em seu governo. Cargos são distribuídos sem o menor controle em ministérios ocupados por políticos nomeados pela cúpula do PMDB.

Governo Temer distribui cargos para empresários

Um exemplo claro disso é o do senador Hélio José (PMDB), que afirma em áudio vazado, em tom grotesco, que coloca quem ele decidir no governo.

Publicidade
Publicidade

O senador alega que 'aqui é nosso' e que colocaria 'a melancia que quiser' no governo interino de Michel Temer, do mesmo partido do senador. O áudio em questão fala sobre a indicação que o senador fez para a Secretaria de Patrimônio da União (SPU). 

A secretaria é vinculada ao Ministério do Planejamento e o áudio foi gravado nesta terça-feira (2) por uma funcionária do órgão em Brasília, segundo informações do portal Uol. O senador Hélio indicou seu ex-assessor para assumir a pasta no Ministério. O nome indicado foi o de Francisco Nilo Gonçalves Júnior, agora superintendente da SPU.

Ex-assessor de senador do PMDB é nomeado no Ministério do Planejamento

O ex-assessor de Helio José não foi bem recepcionado pelos servidores do órgão, que alegam que Francisco não pode exercer tal função. A afirmação de que o senador nomeia até uma melancia para o governo surgiu após a contestação do nome indicado pelo senador.

Publicidade

Segundo os funcionários da SPU, o indicado por Hélio José tem uma imobiliária particular, o que impediria Francisco Nilo de assumir a SPU, em Brasília. A justificativa é de que um agente do mercado imobiliário não pode ser responsável pela gestão das terras da União. 

Além disso, o senador afirmou que Francisco 'tem lado', ao dizer que o novo superintendente da SPU é a favor do governo Temer. O senador disse isso a superintendente substituta, que era responsável pela SPU até a entrega do cargo pelo senador do PMDB, Helio José. #Dilma Rousseff