O Ministro das Relações Exteriores, #José Serra, do #PSDB, decidiu fazer marcação serrada contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Nessa semana, ele já havia feito um discurso em Brasília dizendo que faria de tudo para restabelecer a democracia naquele país, avisando que queria até a ajuda de outros países para isso. O tucano deixou claro que é um erro Nicolás dizer que seu país é democrático, citando que existem muitos presos políticos apenas por demostrarem sua opinião. De acordo com informações da Revista Veja em matéria publicada neste sábado, 20, o político não pretende amolecer agora. 

Serra pode tomar uma reação fatal, que é a de criar manobras para dar sanções a Maduro.

Publicidade
Publicidade

A primeira delas já é clara. Ele pediu para que os demais países do Mercado Comum do Sul, o Mercosul, não aceitem que a Venezuela fique interinamente na presidência do grupo econômico. O Ministro do governo do presidente em exercício  Michel Temer, do PMDB, disse que o país que apoia a presidente afastada Dilma Rousseff não estaria cumprindo diversos acordos para participar do grupo sul-americano. Segundo o site da Revista Veja, o governo de Temer tem muita antipatia ao que Maduro tem feito na Venezuela. 

Recentemente, um chanceler uruguaio sugeriu que o governo federal brasileiro estaria tentando comprar votos. A situação gerou um grande problema democrático e acabou com as desculpas dos uruguaios. Enquanto isso, o presidente Nicolás Maduro diz que a falta de democracia, na verdade, acontece no Brasil, citando o processo de impeachment de Dilma.

Publicidade

A petista tem tentado apoio de países bolivarianos para irem contra ao que chama de "golpe parlamentar". 

Em conversas mais informais, o chanceler gosta de citar a opinião do ex-presidente José Mujica, do Uruguai, a respeito do venezuelano: “loco como una cabra”.  Serra pensa o mesmo sobre Nicolás Maduro. A reação do governo brasileiro surpreendeu a muitos. Serra, apesar de dizer que é contra Maduro deixa claro que, no entanto, ajudará os Venezuelanos.