O presidente interino #Michel Temer esteve no Rio de Janeiro nesta quinta-feira, 18, participando de uma reunião de balanço das #Olimpíadas de 2016. Assim como já havia sido anunciado anteriormente, ele não estará na cerimônia de encerramento dos Jogos, marcado para o próximo domingo, dia 21.

No entanto, os motivos explicitados pelos assessores dão conta de que a simbologia das Olimpíadas indica que é o prefeito da cidade - no caso, Eduardo Paes, do Rio de Janeiro - que "passa" as chaves dos Jogos para o próximo país-sede, o Japão, em 2020. Com isso, não haveria uma necessidade institucional para a presença de Temer.

Na cerimônia de abertura da Rio-2016, Temer recebeu algumas vaias de parte da plateia presente no Maracanã quando abriu oficialmente os Jogos em rápida intervenção no microfone.

Publicidade
Publicidade

O presidente interino disse que estará na abertura das Paralimpíadas e que também espera vaias.

"Já pedi para reservarem as vaias para as Paralimpíadas, porque já me virei para as Paralimpíadas", brincou o peemedebista. Ele também comemorou a realização "tranquila" dos Jogos e a desconstrução dos temores iniciais.

"Nas primeiras reuniões que participamos, confesso que havia uma grande preocupação com questões centrais para a realização dos Jogos Olímpicos. Mas o que estamos presenciando é uma imensa tranquilidade no Rio de Janeiro", disse, destacando a união entre Estado e município.