O presidente em exercício Michel Temer, do #PMDB, sabe do atual momento histórico que acontece no Brasil. Na semana que começa, ele pode ser efetivado como chefe de poder brasileiro. O peemedebista, por conta disso, está com medo do chumbo grosso que virá pela frente. O político agora demonstra até um medo de um possível atentado com a morte dele e de sua família. Neste domingo, 28, de acordo com uma reportagem do jornal 'O Globo', o algoz da presidente afastada Dilma Rousseff está atrás de uma empresa para transformar um a van em uma unidade blindada de segurança. O veículo servirá para a vigilância dele e de sua família. 

Uma Mercedes Bens, do ano de 2012, deve ser reformada.

Publicidade
Publicidade

O jornal carioca fiz que quase R$ 212 mil serão gastos apenas nisso. Michel justifica no pedido à Secretaria de Segurança Presidencial que é responsabilidade dela promover a segurança dele, pois é o chefe de estado brasileira, do seu vice (que no caso não existe) e também dos familiares dos dois. Com a deposição de Rousseff, quem exercerá a presidência interina do Brasil quando Temer se afastar é o presidente da Câmara dos deputados, Rodrigo Maia, que ganhou o cargo recentemente após a renúncia do deputado federal Eduardo Cunha, do PMDB. 

Michel também justifica o seu pedido de segurança lembrando da instabilidade política no país, que viu nos últimos anos muitas manifestações. Com a deposição de Dilma, o PT passa a ser oposição e quem lembra dos tempos em que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ainda não estava no poder, sabe que a oposição petista costuma ser bem mais forte que sua situação de posição.

Publicidade

Temer ainda quer dar uma reconfigurada básica na imagem da presidência. Por isso, encomendou também um nome broche  para a Secretaria de Segurança Presidencial.

Assim como determina a lei, o pedido está inserido em um edital divulgado pelo Diário Oficial da União. Segundo o documento das finanças e ações do governo federal, serão comprados dois mil deles, por R$ 6,80 cada um, num total de R$ 13.780. #Michel Temer