Não está fácil para Dilma. O presidente em exercício Michel Temer, do PMDB, decidiu se reunir nesta segunda-feira, 01, para dizer "chega!" contra a demora no processo de impeachment de sua antecessora e ex-aliada, a presidente afastada Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT). De acordo com informações do jornal 'O Globo' em reportagem publicada nesta terça-feira, 02, #Temer reuniu-se com senadores e empresários na residência de um dos Ministros do Supremo Tribunal Federal e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes. 

De acordo com os Senadores, Temer indicou que está cansado e decidiu conversar com Renan Calheiros, que preside o Senado, e também com Romero Jucá, que faz parte da sua base aliada, para avaliar as possibilidades em antecipar o processo de impeachment de Dilma.

Publicidade
Publicidade

O encontro com Romero e Jucá deve ser já nesta terça-feira. Calheiros deve fazer o meio de campo com outro Ministro do  Supremo, Ricardo Lewandowski. Por enquanto, a votação contra a representante do PT está marcada para o dia 29 de agosto, mas o peemedebista quer que ela tenha início alguns dias antes, entre o dia 24 e 25 de agosto.

A demora em resolver essa pendência jurídica-política deve entrar para a história. O processo contra Dilma começou a ser traçado há praticamente um ano, quando o ex-presidente da Câmara dos deputados, Eduardo Cunha (PMDB - RJ), já dava sinais que protocolaria o pedido formalizado por juristas contra Rousseff. Uma desses juristas é a professora da Universidade de São Paulo e advogada Janaína Paschoal. 

É bom lembrar que nesta terça a comissão do impeachment volta a trabalhar depois do recesso parlamentar.

Publicidade

A antecipação pode ajudar que alguns projetos federais saiam antes das Eleições municipais, o que faria Temer aparecer bem diante de candidatos importantes do PMDB ou de coligações apoiadas pelo partido que travam grandes batalhas nas capitais brasileiras. Os aspectos das grandes capitais ganha cada vez mais relevância dentro do cenário nacional e Michel investe nesse público.  #Dilma Rousseff