O ex-ministro da Fazenda Guido #mantega teve a #Prisão temporária decretada pelo juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. O mandado foi cumprido pela Polícia Federal, na Operação Arquivo X, nesta quinta-feira (22) pela manhã, por volta das 7h, em São Paulo. Mantega foi encontrado no Hospital Albert Einstein, acompanhando sua esposa, que estava sendo submetida a uma cirurgia.

Segundo informações da Polícia Federal, Mantega foi procurado em sua casa. Não estando ali, foi acionado por telefone, e, então, informou sua localização, combinando de encontrar os agentes na recepção do hospital.

O ex-ministro é acusado de ter solicitado 5 milhões de reais ao empresário Eike Batista; dinheiro esse que teria sido repassado ao Partido dos Trabalhadores (PT) para o pagamento de dívidas de campanha. 

A Procuradoria da República alegou riscos à ordem pública e a possibilidade de destruição de provas para embasar o pedido de prisão temporária.

Publicidade
Publicidade

De ofício, isto é, sem provocação de qualquer das partes envolvidas no processo, o juiz Sérgio Moro revogou a prisão de Guido Mantega, às 12h20min, enfatizando o estado de saúde da esposa do ex-ministro, o que eliminaria os riscos de interferência  na colheita de provas naquele momento. Disse, ainda, "Sem embargo da gravidade dos fatos em apuração, noticiado que a prisão temporária foi efetivada na data de hoje quando o ex-Ministro acompanhava o cônjuge acometido de doença grave em cirurgia. Tal fato era desconhecido da autoridade policial, Ministério Público Federal e deste Juízo."

A questão refere-se a um pedido de Busca e Apreensão Criminal, processo nº 503513359.2016.4.04.7000, em trâmite na 13ª Vara Federal de Curitiba, tendo como acusados: Victorio Duque Semionato; Sócrates Jose Fernandes Marques da Silva, Rubem Maciel da Costa Val; Marcelo Henriques Monico;  Luiz Eduardo Neto Tachard; Luiz Eduardo Guimaraes Carneiro; Luiz Claudio Machado Ribeiro; Luiz Arthur Andrade Correia; Julio Cesar Oliveira Silva; Jose Antonio de Figueiredo; Francisco Corrales Kindelan; Flavio Godinho; Danilo Souza Baptista; Carlos Eduardo Sardenberg Bellot; Ana Tamm Drumond e Guido Mantega.

Publicidade

#Lava Jato