Após os cortes anunciados no Bolsa Família pelo #Governo de Temer, que vão excluir cerca de 600 mil famílias só este mês por não cumprirem as novas regras, o orçamento milionário do programa social “Criança Feliz” já é conhecido. Tal como informa a “Folha de S. Paulo”, ao contrário do que estava inicialmente previsto, o Ministério do Desenvolvimento Social adianta que serão gastos cerca de 300 milhões de reais nesse primeiro ano, ao contrário do bilhão de reais que, em forma de estimativa, foi de início avançado.

Com o impeachment de Dilma Rousseff finalizado, Michel Temer foi oficialmente eleito Presidente da República e, como uma das suas primeiras medidas no seu mandato até 2018, decidiu colocar a sua mulher, Marcela Temer, como a responsável pela coordenação de um dos grandes programas sociais que vão ser investidos pelo atual Governo, beneficiando também das novas regras do Bolsa Família, que tentam eliminar todas as “fraudes” que normalmente ocorriam com a atribuição desse beneficio.

Se milhares ou mesmo milhões de famílias podem perder esse apoio social, a verdade é que Michel Temer pretende ajudar muitas crianças necessitadas nos próximos anos com o programa “Criança Feliz”.

Publicidade
Publicidade

Como informa a “Folha de S. Paulo”, Marcela Temer tem, por isso, a grande responsabilidade de tornar esse programa um enorme sucesso, tentando abranger o máximo de crianças que estejam necessitando urgentemente de ajuda, quer seja financeira ou educacional. Para isso, Marcela Temer, juntamente com seu time, terão que utilizar da melhor forma o orçamento de 300 milhões agora anunciados pelo Ministério, o que acaba representando um corte naquela que era a estimativa inicial dos responsáveis pelo programa.

Marcela Temer, além da polêmica que envolveu seu novo cargo no programa social, também é motivo de muita discussão por causa do seu visual moderno e, para muitos brasileiros, muito bonito, tendo a nova primeira-dama já sido comparada à princesa Kate Middleton. A mulher de Michel Temer é 43 anos mais nova do que o Presidente e já foi notícia internacional por sua vida de luxo, alegadamente sustentada pelo dinheiro do Estado.

Publicidade

#Crise econômica