A Secretaria Nacional de Mulheres do Partido dos Trabalhadores (PT), decidiu nesta quinta-feira, 01,  emitir uma nota de desagravo para defender uma de suas parlamentares, a senadora Regina Sousa, eleita pelo estado do Piauí. O motivo do comunicado, de acordo com a nota, foi o fato da jornalista Joice Hasselmann ter feito insultos contra a mulher que votou contra a deposição da ex-presidente Dilma Rousseff no dia 31 de agosto. Joice é conhecida por ter sido colunista da TV Veja. A Senadora alegou que agora entrará com um processo contra a profissional da mídia. Joice já tinha protagonizado outra polêmica nos corredores de Brasília, nessa semana, quando disse que um suplente de Senador a teria agredido.

Publicidade
Publicidade

 

As ofensas foram feitas através de um vídeo publicado nas redes sociais. Nas imagens, Joice zomba da Senadora, chamando-la de "anta" e "semianalfabeta". Regina Sousa já tinha sido chamada de "tia do cafezinho" pelo apresentador Danilo Gentilli, que comanda o 'The Noite', no SBT. Ela disse que processaria o comediante e que todo o dinheiro revertido da ação judicial seria revertido para as copeiras do Senado Federal. Segundo um portal local do Piauí, o 'Capital Teresina', as ofensas teriam sido manifestadas no momento em que Regina estava na sessão do #Impeachment e fazia um discurso. 

A nota da entidade ligada ao Partido dos Trabalhadores nega que Regina seja analfabeta e ressalta sua formação acadêmica e militante, falando que essa luta não somente na defesa de Dilma, mas também de todas as mulheres brasileiras.

Publicidade

Segundo a legenda, a jornalista Joice estaria agindo sob forte preconceito. Em seguida, o clube partidário diz que a repórter foi condenada por plagiar reportagens. O #PT diz que pelo menos 42 profissionais da mídia teriam conseguido provas que Hasselmann copiaria seus textos. 

Após saber do processo, Joice foi novamente ao Facebook e publicou outro vídeo, no qual diz que a política quer apenas posar de vítima e ganhar fama em cima de uma situação sem grande importância.