Nesta quinta-feira, 01, a defesa da ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), representada pelo ex-Ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, vai recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) contra a votação do Senado Federal desta quarta-feira, 31 de agosto, quando 61 Congressistas escolheram que o melhor ela depôr a petista. De acordo com Cardozo, a cassação da companheira do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva abre um precedente gravíssimo na república brasileira, podendo atingir até mesmo prefeitos e governadores.

Durante a reunião que inaugurou oficialmente seu Ministério após a posse, o presidente do Brasil, #Michel Temer, do PMDB, já indicou que o golpista, em sua opinião, não é ele.

Publicidade
Publicidade

 "No mais, contestar a partir de agora essa coisa de golpista. Dizer: golpista é você, que está contra a Constituição", disse ele surpreendendo a muitos e mandando o recado de como será o governo daqui para frente. O peemedebista viajou para a China para participar de uma reunião do G-20, que reúne os vinte países mais ricos do mundo, ficando poucas horas no poder.

Rodrigo Maia ganha destaque importante e vira o 'vice'

Com a viagem de Temer, quem assumiu interinamente foi o presidente da Câmara Rodrigo Maia. Com isso, em cerca de sete horas o Brasil teve três chefes de estados diferentes. Maia ficará seis dias à frente do cargo. O chefe do Senado, Renan Calheiros, também viajou com Temer. Com isso, caso Rodrigo precise se ausentar, quem assumiria interinamente o governo seria o Ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, que conduziu o processo de impeachment de Dilma no Senado Federal.

Publicidade

Corre-corre

Após a volta, Michel vai ter que correr para fazer medidas urgentes no país. Analistas avaliam que a "lua de mel" dele será muito rápida e que vai acabar cedo. O #PT sempre foi forte como oposição e mesmo atolado em escândalos de corrupção, não deve ceder tão fácil. Dilma já disse que o presidente vai ter a oposição mais forte que um "golpista" já teve em toda a história.