O ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva é alvo de mais uma suspeita, como expõe uma ampla reportagem realizada pelo jornal 'O Estado de São Paulo' neste domingo, 11. O caso começa em 2005, quando o roqueiro norte-americano Lenny Kravitz visitou o então presidente, Luiz Inácio Lula da Silva. A visita foi feita na Granja do Torto e Lenny decidiu doar um de seus instrumentos, uma guitarra Epiphone Flyng V preta autografada e tudo. O instrumento foi doado a um dos programas sociais do momento, o 'Fome Zero'. O petista chegou a posar para fotos segurando o tal instrumento e parecia feliz, sentindo-se um próprio astro do rock. A foto pode ser vista em nossa galeria, no canto superior esquerdo da reportagem. 

Desvio

A guitarra foi leiloada e o valor foi alto, cerca de R$ 322 mil.

Publicidade
Publicidade

O empresário que comprou recebeu o item das mãos de Lula. Um ano depois, outro rockeiro, dessa vez, Bono Vox, doou mais uma guitarra para o 'Fome Zero'. Era a publicidade que o então presidente precisava para a campanha de reeleição. O caso fez o ex-presidente ser acusado de desviar o instrumento. Isso porque ele ficou mais de um ano guardado na casa de um dos filhos de Lula. Depois de muitas críticas de eleitores, o item doado foi enfim a leilão. Isso, é claro, levantou a suspeita de muitas pessoas, inclusive, de investigadores da Lava-Jato, que dez anos depois dão detalhes sobre como Lula tinha o poder de influência sobre tudo e todos.

Influência

E-mails sobre os bastidores da doação mostram o amigo de Lula, o pecuarista José Carlos Bumlai, exibindo uma disputa entre a ONG Ação Fome Zero e o Ministério do Desenvolvimento pelo dinheiro que seria adquirido pela doação dos instrumentos.

Publicidade

Há também conversas da então coordenadora de uma das entidades do programa social, que exibia preocupação por Lula não dizer onde foi parar a guitarra de Bono. A ONG que disputava o dinheiro da venda do item autografado criada pelo próprio Bumlai, hoje preso e respondendo a um inquérito da Justiça Federal. A ONG envolvendo Bumlai promoveu o encontro dos artistas internacionais com Lula.  #Lava Jato #Política