O juiz Sérgio Moro, responsável pelos processos em primeira instância sob âmbito da Operação Lava-Jato, a partir da Justiça Federal de Curitiba, no Paraná, aceitou a denúncia do Ministério Público Federal, relacionada à admissibilidade de crimes cometidos pelo ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva. Os crimes imputados ao ex-presidente da República são de #Corrupção passiva e lavagem de dinheiro, segundo as investigações que apuram a real propriedade do apartamento de luxo tríplex, localizado na praia de Astúrias, em Guarujá, no litoral sul do Estado de São Paulo.

De acordo com as investigações, o imóvel é atribuído ao ex-mandatário do país.

Publicidade
Publicidade

Com a aceitação da denúncia por parte do juiz paranaense, #Lula torna-se réu pela segunda vez. A primeira vez em que o ex-presidente se tornou réu foi através de denúncia aceita pela Justiça Federal de Brasília, no processo que envolve o ex-senador Delcídio do Amaral, em que Lula foi denunciado por obstrução de Justiça. Além de Lula, sua esposa dona Marisa Letícia também foi denunciada, além do presidente do Instituto Lula, Paulo Okamoto.

Tristeza e indignação

O ex-presidente Lula afirmou estar "triste" com o juiz Sérgio Moro, além de se considerar indignado por um processo que, segundo ele, é uma "farsa". Lula ainda disse que tudo não passava de uma "mentira". O ex-mandatário do país afirmou ainda que se considera "um intruso na história republicana brasileira" por ter sido alçado à presidência da República.

Publicidade

Ironicamente, ainda afirmou a seus correligionários que "tinha dúvidas de que houvesse um empresário minimamente sério no Brasil, que tenha coragem de dizer ao Lula, que tivesse alguma vez, pedido um dólar para ele", disse, de modo indignado.

Com o aprofundamento das investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal, em relação aos escândalos de corrupção instalados na Petrobras, Lula passou a ter um papel de comando em todo o esquema criminoso de desvios de recursos públicos na maior estatal brasileira, segundo as investigações da Operação Lava-Jato. #Lava Jato