Uma frase que podemos encontrar sem nenhuma dificuldade em discursos da ex-presidente Dilma Rousseff e de seus parceiros da #Política é "Pessoa humilde, sem luxos, gente como todos os brasileiros". Mas será mesmo?

O boato "positivo" de #Dilma Rousseff é que sempre foi uma pessoa humilde que dispensava cuidados especiais, algo não verídico, já que seus luxos e mordomias são iguais e até mesmo maiores que os governantes do mundo. Abaixo, uma seleção dos momentos em que ela fugiu dessa tal humildade.

1. Contas pagas para a família toda

Segundo a revista 'Istoé', todos os gastos da filha da ex-presidente Dilma eram pagos pelos cofres brasileiros.

Publicidade
Publicidade

Desde gasolina, salão de beleza, aula de pilates, viagens pelo Brasil (e no exterior). No mês de abril, Paula Rousseff de Araújo (filha única de Dilma) gastou por volta de R$ 15 mil. E ainda há boatos que o ex-marido de Dilma recebia uma boa "pensão" da ex-presidente.

2. R$ 5 mil em um corte de cabelo

O famoso corte de cabelo da ex-presidente, que transmitia certa simplicidade, custava nada menos que 5 mil reais por mês. Esse dinheiro, segundo investigações, era utilizado nos desvios da Petrobras.

3. Uma paradinha internacional rápida

Em uma visita à China, a ex-presidente, achou que seria uma boa ideia, fazer pequenos passeios durante as escalas da viagem. Esses passeios custaram nada menos que R$ 430 mil para os cofres brasileiros. Ela parava sempre em Portugal para comer seu bacalhau preferido.

Publicidade

É importante lembrar que nenhuma dessas paradas foram visitas oficiais, apenas prazer.

4. Uma visita luxuosa a Paris

No final de 2015, a crise brasileira já estava em seus piores momentos, com o dólar nas alturas, e a economia brasileira só estava sendo encaminhada ao fundo do poço. E, ao mesmo tempo, a taxa de desemprego do Brasil chegou ao um nível nunca visto antes. Mas a nossa ex-presidente estava em um dos hotéis mais caros de Paris.

5. Uma suíte simples da Tiffany

Logo no começo de seu mandato, Dilma fez uma participação em um evento da ONU. Na época, resolveu passar uma semana de "férias" em NY. E, para variar um pouco, ficou em um hotel luxuoso no centro de Nova York, numa suíte assinada pela joalharia Tiffany, cuja diária passava dos R$ 30 mil. #Impeachment