Um dia após sua posse como presidente da República, Michel Temer empossou sua esposa, #Marcela Temer, para exercer atividades que sejam voltadas à área social em seu #Governo. Temer fez questão de cumprir a promessa que havia feito à esposa de que, logo quando fosse efetivado na função, nomearia a mulher para algum cargo envolvendo a área social. Ainda não está definida qual será a função de Marcela irá exercer, mas provavelmente será voltada à área jurídica, já que Marcela é advogada.

“Ela virá para a área social e vai trabalhar intensamente”, destacou Temer, logo após ser nomeado presidente, a jornalistas.

Segundo reportagem do jornal O Globo, Marcela deverá integrar o programa “Criança Feliz” que deverá ter a coordenação do Ministério do Desenvolvimento Social.

Publicidade
Publicidade

A expectativa é que o programa seja anunciado em um grande evento que está programado para acontecer na terceira semana de setembro, no Palácio do Planalto. O foco do programa será o atendimento (em casa) de crianças de até 3 anos que deverão ser beneficiadas com atendimento médico, pedagógico e psicológico semanal até os quatro anos. Após essa idade, as crianças inscritas no programa receberão visitas quinzenais. Lembrando que o atendimento às crianças somente será feito se a família for inscrita no Bolsa Família. A expectativa inicial é a de atender 4 milhões de crianças de todo o Brasil.

Temer formará um grupo de assessores para auxiliar Marcela em atividades

#Michel Temer está em busca de profissionais para formar uma equipe de assessores que trabalhará com sua esposa em Brasília. Ainda não se sabe ao certo se Marcela terá um gabinete particular no Palácio do Planalto.

Publicidade

No mês de julho, Marcela e o filho do casal, Michelzinho se mudaram definitivamente para Brasília. Eles moravam em São Paulo, e a mudança pôs fim a um grande desconforto por parte de Temer de ficar longe da família.

Outro fator determinante para a mudança para Brasília foram os protestos de manifestantes a favor da continuidade do governo de Dilma Rousseff que aconteceram em frente à casa da Família Temer.

Antes da mudança, Temer via sua mulher somente às sextas-feiras na hora do almoço quando viajava a São Paulo.