Relator dos processos conferidos à #Lava Jato no STF (Superior Tribunal Federal), Teori Zavaski sugeriu que o ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva estaria “embaraçando” as investigações. Lula havia solicitado na Justiça que o juiz Sérgio Moro fosse retirado dos processos de investigação sobre o ex-presidente. Os inquéritos abertos – que estão nas mãos do juiz Moro – seriam repassados a outro profissional dentro do STF. Teori negou as solicitações imediatamente.

Segundo o relatório despachado e assinado na última terça-feira (06) – disponibilizado no sistema do STF na quinta-feira (08) –, Teori afirmou que essa não passava de mais uma das diversas tentativas do petista em boicotar as apurações dos casos investigados pelo juiz Sérgio Moro.

Publicidade
Publicidade

Os advogados de Lula afirmam que não cabe ao Juiz Sérgio Moro – titular da Vara em Curitiba – as investigações abertas contra o ex-presidente. E ainda afirmam que há processos semelhantes que tramitam pelo STF e que este deveria ser mais um caso sustentado e investigado pelo Supremo.

No relatório, Teori afirmou que o Supremo também investiga ações penais e processos que abrangem supostos crimes ocorridos na Petrobras. E, para finalizar, disse que os fatos apresentados pela defesa de Lula seriam apenas mais uma forma de embaraçar o processo e conturbar as investigações.

O Ministro Teori ainda lembra que o ex-presidente Lula já havia requerido o afastamento do juiz Sérgio Moro das investigações a partir do caso de vazamentos de ligações telefônicas entre o ex-presidente Lula e Dilma Rousseff.

Publicidade

O ministro ainda salientou em seu relatório que Lula tenta dar contornos de ilegalidade em meio ao processo de investigação.

O ex-presidente Lula possui três inquéritos abertos na Justiça Federal da cidade de Curitiba. As suspeitas seriam de corrupção passiva, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica. Todos ainda em investigação e sem comprovações para condenação.

Nota oficial dos assessores de Lula

Em nota oficial, a equipe do ex-presidente salienta que Teori concordou, em outras oportunidades, com ilegalidades no processo de investigação do Juiz Sérgio Moro. E ainda, para complementar, a nota oficial convocou a voz do advogado Cristiano Zanin que afirmou que o presidente estaria sofrendo perseguição política e pessoal do Juíz Sérgio Moro. #Sergio Moro