Um ex-ministro e atual #Senador da República, presenteou a ex-presidente #Dilma Rousseff com um par de brincos de valor impressionante. Os brincos custaram US$ 75 mil, o que, no Brasil, chegaria a um valor superior de R$ 240 mil. O senador está sendo investigado pela força-tarefa da Operação Lava Jato e seu nome foi mantido em sigilo. Alguns ministros que fizeram parte do governo Dilma Rousseff foram a petista Gleisi Hoffmann, Edison Lobão (PMDB-MA), Fernando Bezerra (PSB-PE) e Eduardo Braga (PMDB-AM). 

O presente foi descoberto durante as investigações da Lava Jato, porém, não foi revelado o nome do presenteador, apenas o valor dos brincos que são da grife de luxo Tiffany, de Nova York, uma das mais caras do mundo. 

Devido à Lei, todos os presentes recebidos por presidentes enquanto estavam exercendo a função, devem ser devolvidos para o patrimônio público.

Publicidade
Publicidade

Então, os brincos de luxo que Dilma ganhou deveriam ser devidamente transferidos para o patrimônio, seguindo, assim, o que diz a legislação. Caso Dilma não devolva, estará infringindo a Lei. A legislação é bem clara, dizendo ser proibido que qualquer servidor público receba presentes.

Investigações

Dilma Rousseff perdeu seu mandato como presidente da República. Ela, agora, estaria sendo relacionada com as investigações da Operação Lava Jato. Nesta última quinta-feira (22), a Lava Jato, na sua 34° operação, batizada de "Arquivo X", apontou que a campanha de Dilma, no ano de 2010, poderia estar relacionada com as investigações, que chegou a prender o ex-ministro Guido Mantega, que, logo em seguida, teve sua prisão revogada pelo juiz federal Sérgio Moro.

A Lava Jato enfatiza que o objetivo é "seguir o caminho do dinheiro", e que a campanha de Dilma, no ano de 2010, tinha como membro da equipe, Mônica Moura, mulher do marqueteiro do PT, João Santana, o casal estaria envolvido em corrupção.

Publicidade

O ex-bilionário Eike Batista também prestou depoimentos e enfatizou sobre um pagamento milionário que seria usado para quitar dívidas da campanha presidencial.  #Brincos de Dilma