Nunca antes na história do Brasil se viu um juiz fazer tanto sucesso fora dos tribunais como está acontecendo com o magistrado responsável por comandar as investigações da Operação Lava Jato, o juiz de 1ª instância de Curitiba, Sérgio Moro.

O sucesso de Moro pôde ser verificado na noite desta quarta-feira (21) no teatro Feevale em Novo Hamburgo (RS). O teatro que é acostumado a ter em suas programações shows sertanejos e apresentações infantis, agora foi palco da palestra “Enfrentamento da corrupção sistêmica” de Sérgio Moro.

O palco “pouco habitual” para o magistrado, que se acostumou a falar para um público de bacharéis em direito e universitários durante sua carreira de palestrante, foi uma experiência nova e heterogênea, já que foram vendidos 1500 ingressos para pessoas que, possivelmente, não são formadas em sua totalidade por universitários.

Publicidade
Publicidade

A entrada custou entre R$ 60 e R$ 90 para ouvir o juiz mais famoso do Brasil falar por cerca de 1h30.

A palestra de Moro teve mais ingressos vendidos que a palestra do escritor de livros best-seller de auto ajuda, Augusto Cury, que também fará uma apresentação no local em breve, segundo reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo.

Moro também é chamado para fazer palestras internacionais

O sucesso das palestras de Sérgio Moro não são somente no Brasil, mas também no exterior. Ele já foi convocado para fazer uma palestra nos Estados Unidos, mais precisamente na Pensilvânia, para uma universidade. Na maioria das vezes, as palestras de Moro são feitas de forma gratuita.

Moro já comentou com a imprensa sobre a motivação que o faz dar palestras. Para ele, a intenção é a de mandar um recado ao setor privado.

Publicidade

“Tenho concordado em dar palestras a entidades do empresariado, tem sido cansativo, mas acho que eu dou aquele recado de que a corrupção não é somente um problema de governo, é também um problema da empresa que paga propina”, afirmou Sérgio Moro, em declaração concedida a Folha no mês de agosto.

Lembrando que Sérgio Moro está abrindo mão de um mercado milionário, já que muitos palestrantes famosos chegam a cobrar cerca de R$ 50 mil por apresentação, como no caso de Augusto Cury. #Combate à Corrupção #Lava Jato #Sergio Moro