O aprofundamento das investigações da Polícia Federal, através da força-tarefa da maior operação de combate à #Corrupção da história do Brasil; a Lava-Jato, continua desvendando toda a teia de corrupção que emergiu através de operações fraudulentas que minaram a Petrobras e desviaram bilhões de reais dos cofres públicos da maior estatal brasileira. Nesta segunda-feira (05), foi deflagrada a Operação Greenfield, sob âmbito da Lava-Jato, que apura supostos desvios implementados nos quatro maiores fundos de pensão do Brasil. 

Um dos principais alvos da operação, é o ex-tesoureiro do PT, João Vaccari Neto, que encontra-se preso em Curitiba.

Publicidade
Publicidade

As investigações foram direcionadas a desvendar a corrupção nos fundos de pensão: Funcef (fundo de pensão dos funcionários da Caixa Econômica Federal), Petros (trabalhadores da Petrobras), Previ (Banco do Brasil) e Postalis (Correios). Além desses, também se tornou alvo, a empresa J&F. Esta última é proprietária de uma das maiores empresas de processamento de proteína animal no mundo, a JBSdos irmãos Joesley e Wesley Batista. Os responsáveis foram alvos de mandado de busca e apreensão e condução coercitiva. Wesley realizou seu depoimento durante esta manhã, porém, seu irmão, Joesley não foi levado, devido estar atualmente no exterior.

Amigo de #Lula também foi preso

O empreiteiro Léo Pinheiro, dono da OAS, foi levado pela Polícia Federal para depoimento nesta operação realizada na data de hoje.

Publicidade

Ele foi preso novamente pela Operação Lava-Jato, porém, não devido às apurações da Operação Greenfield, mas sim, em razão de obstrução dos trabalhos realizados pela CPI da Petrobras, que investigava os rombos bilionários que foram responsáveis por toda a "sangria" de recursos provenientes da maior estatal do País. Léo Pinheiro é amigo próximo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O principal objetivo da operação realizada nesta segunda-feira (05), é apurar a participação de integrantes da política nacional em desvios relacionados aos fundos de pensão, além de todo o mapeamento dos agentes políticos que foram beneficiados em todo o esquema desenvolvido de desvios de recursos públicos, atráves desses fundos. As empresas alvos da operação através de usas assessorias, negaram a participação em atos ilícitos e se colocaram à disposição das autoridades.  #Lava Jato