A 34ª Operação da Lava-Jato, batizada de 'Arquivo X', prendeu na manhã desta quinta-feira (22), o ex-ministro da Fazenda do governo de Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff (PT), Guido Mantega. O ex-ministro é alvo de um mandado de prisão temporária com duração de cinco dias.

A operação investiga crimes de corrupção, fraudes em licitações e lavagem de dinheiro envolvendo obras da Petrobras, através de empresas contratadas para construir duas plataformas (P-67 e P-70) para exploração na camada do pré-sal.

Guido Mantega foi acusado por Eike Batista, ex-presidente do Conselho de Administração da OSX, em depoimento em novembro de 2012, de cobrar propina para pagamentos de dividas de campanha.

Publicidade
Publicidade

'Recebeu pedido do então ministro Guido Mantega para que fizesse um pagamento de R$ 5 milhões para o PT'.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), o empresário Eike Batista firmou contrato falso com empresas ligadas a publicitários já denunciados na #Lava Jato por disponibilizarem seus serviços para lavagem de dinheiro oriundo de crimes. Houve uma transferência de US$ 2.350,000,00, no exterior entre contas de Eike Batista e dos publicitários.

O juiz Sérgio Moro determinou o bloqueio de R$ 10 milhões em contas de Guido Mantega e investigados. A operação cumpriu 33 mandados de busca e apreensão, oito de prisão temporária e oito de condução coercitiva. Arquivo-X ocorrem em SP, RJ, RS, MG,BA e DF. 

Prisão de Mantega durante cirurgia de esposa é criticada

Em coletiva de imprensa sobre a 34ª Operação da Lava-Jato, o delegado da Polícia Federal Igor Romário de Paula disse que a PF desconhecia a situação em que se encontrava o ex-ministro e sua esposa.

Publicidade

Para o Procurador Carlos Fernando dos Santos Lima a prisão era necessária e lamenta a coincidência. Guido Mantega foi preso hoje (22) pela manhã, no hospital Albert Einstein, em São Paulo, no momento em que sua esposa se encontrava em cirurgia contra um câncer.

O Deputado Federal Paulo Pimenta (PT-RS) criticou a forma com que a Polícia Federal efetuou a prisão de Guido Mantega. Em seu Twitter, o deputado mostrou sua indignação:

Lula: Operação 'Boca de Urna'

O presidente Lula que virou réu na operação Lava-Jato nesta quarta-feira (21), em entrevista à Rádio Povo do Ceará comentou a prisão. "Parece que começou a operação Boca de Urna. Está chegando as eleições, eles querem acabar com o PT", disse.  #EikeBatista #guidomantega