Nesta semana, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por corrupção, na principal investigação feita no país, a Lava Jato. O representante do Partido dos Trabalhadores (#PT) foi denunciado por sete atos, envolvendo as chamadas corrupção majorada e passiva qualificada. Além disso, os procuradores do Ministério Público Federal argumentam que, pelo menos 64 vezes, o companheiro da ex-presidente Dilma Rousseff lavou dinheiro. De acordo com o site 'Diário do Poder', em matéria publicada neste domingo, 18, os supostos crimes realizados por #Lula o levariam a uma pena de 35 anos e quatro meses de prisão. 

Atualmente, o ex-presidente tem 70 anos de idade.

Publicidade
Publicidade

Uma prisão por tanto tempo o faria ficar um bom tempo atrás das grades. No entanto, no Brasil, ninguém fica mais do que 30 anos preso, o que diminuiria essa saída para os 100 anos. Uma idade que, para ser alcançada, é necessário muita saúde e disposição. Recentemente, Lula mostrou que é capaz de superar entraves, vencendo até mesmo um câncer. 

Agora, é claro, quem decidirá se o marido da ex-primeira-dama do Brasil, Marisa Letícia, será preso ou não, é o juiz federal Sérgio Moro. É ele quem julga os casos envolvendo a Lava Jato em segunda instância. Desde o início deste ano, os advogados do petista estão fazendo manobras para que seja evitado que ele seja implicado na operação contra corrupção. A denúncia contra o político é referente ao Triplex, no Guarujá, litoral de São Paulo. 

Além de ir parar no "xadrez", o homem que já foi duas vezes presidente do Brasil teria que devolver quase R$ 88 milhões aos cofres públicos.

Publicidade

Isso porque ele é acusado de provocar graves danos à principal estatal brasileira, a Petrobras. A pena máxima para Lula, caso todos os crimes contra ele fossem assim ditos, seria de 125 anos. Nesta segunda-feria, 19, quem deve decidir se recebe ou não a denúncia contra Lula é Sérgio Moro. Se aceitar, defesa e acusação mostram a argumentação e o magistrado dá uma decisão.