Deltan Dallagnol, procurador e também coordenador da operação "#Lava Jato", fez uma afirmação chocante nesta quarta-feira (14), que acabou gerando uma série de comentários. Segundo Dallagnol, Luiz Inácio Lula da Silva é o "comandante máximo do esquema de #Corrupção". O procurador fez questão de deixar bem claro que a intenção da Lava Jato não é julgar quem foi o político #Lula, mas sim levantar os culpados no caso.

De acordo ainda com o procurador, Lula teria recebido mais de R$ 3 milhões vindos de propinas e, assim, o petista acabou sendo denunciado formalmente, juntamente com sua esposa, Marisa Letícia e até Paulo Okamotto que é o presidente do "Instituto Lula", entre outros acusados.

Publicidade
Publicidade

O Ministério Público agora quer que sejam confiscados mais de R$ 87 milhões, sendo que existem 14 evidências apontando Lula como o principal envolvido na "Lava Jato", pois, se o ex-presidente quisesse, poderiam ter colocado um fim na esquema de corrupção, mas ele não só deixou que prosseguisse, como também se envolveu.

O procurador Dallagnol enfocou no fato de que as provas, por si só, mostram a posição de Lula no esquema de corrupção, como ele comandava tudo e que "deu continuidade à prática dos crimes", vindo, em seguida, a chamar o governo do petista de "regido pelas propinas".

Mas os valores que teriam ido para Lula nem se aproximam do montante que foi movimentando no esquema de corrupção investigado pela "Lava Jato", pois a suspeita é que mais de R$ 6,2 bilhões foram desviados, entretanto, o prejuízo total é ainda maior e se levarmos em consideração as vantagens dadas às empreiteiras, entre outros "benefícios" pagos aos envolvidos, o valor supera os R$ 42 bilhões.

Publicidade

Tudo isso tinha como meta a manutenção do PT no governo, a continuidade dos envolvidos no poder e claro, o enriquecimento ilícito.

Em referência ao fato de muito acusarem a "Lava Jato" de ser uma operação exclusiva contra o PT, o procurador disse que o MPF não está julgando um partido e sim um esquema de corrupção que foi descoberto e os envolvidos estão sendo apontados.