Nesta sexta-feira (23), o senador petista Lindbergh Farias (#PT-RJ) e sua mulher estavam em um restaurante na barra da Tijuca, Rio de Janeiro, e ao saírem do estabelecimento foram insultados por um rapaz e uma moça. De acordo com o senador, o agressor xingou e depois empurrou sua esposa, que acabou se ferindo na queda. O caso foi registrado no 15º DP (Gávea), pelos seguintes motivos: injúria, lesão corporal e dano ao patrimônio.

Segundo informações, o rapaz chegou a tirar a camisa e partiu pra cima de Lindbergh, mas foi contido pela mulher que o acompanhava. Um vídeo divulgado pela internet, mostra o desconhecido e a moça gritando "Fora Lindbergh", "Fora PT" e além disso xingando a ex-presidente Dilma Rousseff de "safada".

Publicidade
Publicidade

O senador chamou a dupla de "fascista".

Facebook

Através das redes sociais, principalmente o Facebook, Lindbergh Farias narrou a sua versão do que aconteceu. Pelos relatos do petista, tudo começou dentro do restaurante, quando o casal começou a insultar ele, sua esposa e algumas amigas, dizendo que quem é amigo do ex-presidente Lula, não poderia jantar nesse restaurante. O senador comentou que nessa hora resolveu ir embora, mas o rapaz e a mulher foram atrás provocando e ofendendo. "Depois disso veio a agressão física e eu reagi em legítima defesa", disse Farias.

Revolta

O senador do PT disse se sentir indignado com essa situação e criticou essa atitude da qual foi vítima, comentando que são gestos de pessoas fascistas. "Não serei intimidado pelos porta-vozes do ódio", disse o petista. Lindbergh falou que essa violência é inaceitável e irá tomar todas as providências contra os agressores.

Publicidade

Farias é grande defensor do PT no Senado e lutou para que o impeachment da ex-presidente Dilma não fosse consolidado. Ele é grande defensor das teorias do ex-presidente Lula e já teve vários problemas no Senado, quando discutiu com outros senadores, como por exemplo, o senador Ronaldo Caiado, líder do DEM.

A polícia instaurou um procedimento para investigar a suposta agressão sofrida pelo senador e sua esposa.

#Casos de polícia #Senado Federal