A futura presidente do Supremo Tribunal Federal (#STF), Cármen Lúcia, comentou para alguns auxiliares que não apoiará um possível aumento para o Judiciário. De acordo com a ministra, deve ser feito uma menção para analisar os altos gastos do Poder Judiciário e não aumentar ainda mais as despesas, principalmente nesse momento de grande crise no país. 

As palavras da magistrada chegaram ao Palácio do Planalto e o recado dela atingiu o atual presidente do Supremo Ricardo Lewandowski, que é um defensor do reajuste. O presidente do STF queria, de qualquer forma, que o projeto de aumento do teto de remuneração dos ministros da Corte, fosse aprovado.

Publicidade
Publicidade

Segundo integrantes do Tribunal, Cármen já está se colocando como oposição a Lewandowski.

Cármen Lúcia pretende destacar, em seu primeiro ato como presidente da Corte, que os recursos do Judiciário sejam empregados para dar mais eficiência aos processos e poder ajudar melhor as pessoas, dando mais benefícios ao povo.

"Uma luz no túnel"

O ministro do STF Gilmar Mendes disse que é uma grande alegria a ida de Cármen Lúcia para a presidência da Corte. Gilmar Mendes ressaltou que o Brasil vive momentos de grande turbulência e períodos incertos no cenário político e que a ministra poderá trazer de volta a paz dentro dos três poderes.

Mendes aproveitou a sua fala e criticou novamente o processo de impeachment que cassou a presidente Dilma Rousseff. Para o ministro, Dilma deveria ter perdido também seus direitos políticos.

Publicidade

Essa situação no Senado foi algo "bizarro", comentou o ministro.

Ricardo Lewandowski foi o responsável pela sessão que "fatiou" o julgamento de impeachment de Dilma. Ele se tornou alvo de duras críticas e senadores já entraram com petição no STF para anular os direitos públicos que foram mantidos para a ex-presidente.

Festas

Cármen Lúcia também comentou que não gosta muito de festas e que durante a sua posse não terá nenhuma recepção para os convidados. "Eu gosto de processos e não de festas", disse a ministra. A posse acontecerá na segunda-feira (12). #CármenLúcia