Depois do anúncio dos cortes no Bolsa Família, o #Governo de #Michel Temer elaborou uma Reforma profunda na Previdência que promete provocar muita polêmica caso seja aprovada. Tal como informa o site “Notícias ao Minuto”, a proposta avançada por Temer consiste em fazer com que os brasileiros apenas possam pedir a sua aposentadoria caso tenham pelo menos sessenta e cinco anos de idade e vinte e cinco anos de contribuições para a Providência Social, números muito superiores aos que se verificavam até hoje.

Após o impeachment de Dilma Rousseff ter sido oficialmente confirmado no Julgamento do Senado há pouco mais de um mês, Michel Temer e o seu Governo não perderam tempo em elaborar mudanças profundas nas regras que estavam estabelecidas pelos anteriores Governos petistas, sobretudo no que se trata aos apoios sociais.

Por isso mesmo, e com a ideia de cortar as despesas do Estado de uma forma substancial, além da mudanças das regras no Bolsa Família, Temer também pretende obrigar os trabalhadores brasileiros a terem que trabalhar cerca de dez anos a mais para terem direito ao valor total da sua aposentadoria, tal como informa o site “Notícias ao Minuto”.

Publicidade
Publicidade

Ao contrário do que se verificava até hoje, um cidadão terá que contribuir para a Providência Social pelo menos durante 25 anos e ter 65 ou mais, obrigando assim cada pessoa a ter que trabalhar por um período muito maior de tempo se pretender receber a sua aposentadoria.

Nas redes sociais, essas novas regras, que ainda não foram aprovadas, mas que já foram apresentadas pelo Governo de Michel Temer, estão provocando um enorme choque e revolta a muitos brasileiros, que garantiram que essa medida é um abuso de poder contra o povo, obrigando as pessoas a se sacrificarem ainda mais. Na verdade, com essa medida drástica, Michel Temer se aproxima mais dos modelos que já se verificavam na Europa, sendo que a maioria dos países da União Europeia já obrigam a sua população a trabalhar entre 25 a 30 anos ou então ter mais de sessenta e cinco para terem direito à sua aposentadoria.

Publicidade

#Reforma política