Em sua primeira viagem internacional como presidente do Brasil, Michel Temer se encontrou com o prefeito de Xangai, Yang Xiong, e com o presidente da #China, Xi Jinping. Na ocasião, o presidente chinês elogiou Temer, o chamando de ‘velho amigo’. Quando Temer e Jinping se conheceram, o presidente do Brasil ainda era presidente da Câmara dos Deputados e o chinês ocupava outro cargo na política chinesa.

#Michel Temer e Xi Jinping firmaram nove acordos internacionais que visam beneficiar os dois países com infraestrutura e economia. Para Michel, a colaboração da China é essencial para que o brasileiro volte a ter confiança na economia nacional.

Publicidade
Publicidade

Com esses acordos, Temer deixa a fase de crise política e econômica para trás, iniciando uma nova fase para o Brasil, tanto internamente, quanto junto ao cenário internacional.

O Itamaraty informou que Xi Jinping convidou Michel Temer para retornar ao país para uma reunião mais aprofundada. A China é um dos maiores parceiros comerciais do Brasil, além de ter a maior população mundial, com cerca de 1, 357 bilhão de habitantes. Nesse domingo, 4, Michel Temer se encontrou com vários líderes mundiais em uma reunião do #G-20. Antes do início do G-20, Michel também participou de um encontro informal com os líderes do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Dentre os acordos formalizados, estão um contrato para fins siderúrgicos e investimento no terminal multicargas de São Luís, Maranhão, visando grãos, celulose, fertilizantes e líquidos diversos.

Publicidade

A China investirá em projetos de infraestrutura no Brasil, aplicando bilhões de reais em território nacional. Tais acordos devem ajudar a impulsionar a economia do país em uma fase de elevada recessão.

 

O que é o G-20?

O G-20 é um grupo econômico que possui as vinte economias que mais crescem no mundo. Os principais membros do G-20 são: Turquia, Brasil, Alemanha, França, Rússia, Canadá, Grã-Bretanha, Índia, Arábia Saudita e China. O grupo não se confunde com o G-8, que por sua vez, é a união das 8 maiores economias do mundo.