Neste domingo, 18, houve mais uma manifestação contra o governo do presidente do Brasil, Michel Temer, do PMDB, na Avenida Paulista, uma das regiões mais famosas do estado de São Paulo. Uma pessoa, em especial, acabou o protesto não tão bem quanto começou. O ex-Senador e candidato a vereador na maior cidade do país, Eduardo Suplicy, do Partido dos Trabalhadores (PT), acabou se envolvendo em uma grande confusão. De acordo com informações do site 'Diário do Poder', Suplicy, que defendia a honra da ex-presidente Dilma Rousseff, acabou se metendo em um entrave com a polícia militar. Ele teria sido empurrado por agentes da lei. 

Uma foto mostra o exato momento em que o militante contra Temer recebe spray de pimenta no rosto.

Publicidade
Publicidade

Para ver a imagem em tamanho maior, basta ir à nossa galeria. A imagem faz parte de um vídeo divulgado na internet, feito por petistas, para denunciar uma suposta agressividade além do limite que partiu da PM. O ex-Senador recebe o spray no rosto e logo demonstra as sensações adversas provocadas por esse, como o ardor nos olhos e a dificuldade para se respirar. 

Segundo as primeiras informações, o ex-congressista fazia um discurso do alto de um carro de som quando a confusão começou. O 'Diário do Poder' explica que os agentes da lei discutia com uma vendedora ambulante e retiraram da mulher a caixa com os produtos que usava para trabalhar. Eduardo então fez questão de sair do palanque e discutir com os homens, que apenas estavam a cumprir a lei. No entanto, os policiais não ligaram para o fato dele ser um ex-Senador.

Publicidade

Foi neste momento em que houve um empurrão e o gãs de pimenta foi utilizado contra o candidato a vereador. 

O tumulto não teria demorado muito tempo. Mesmo após atingido, o Suplicy conversou com os policiais e depois voltou para discursar novamente no carro de som. Nele, ele voltou a defender a vendedora e criticou os policiais, revelando que questionou pelo menos três vezes aos PMs o que estava acontecendo. Ele reclamou de excesso de truculência.  #PT #Lula #Impeachment