Durante a inauguração de uma imagem de Nossa Senhora Aparecida nos jardins do Vaticano, o #Papa Francisco fez um breve comentário sobre a situação do cenário político brasileiro. Segundo o Papa, o Brasil vive momentos tristes e pediu para que as pessoas rezem para que Nossa Senhora Aparecida proteja todo o povo brasileiro.

Nesse domingo (04), o presidente Michel Temer comentou as declarações do Papa. Temer disse que o Sumo Pontífice está preocupado com o país, da mesma forma que todos nós estamos. O presidente disse que a alegria voltará aos poucos, conforme o país vá se arrumando economicamente. Essa turbulência na política desgastou um pouco, e é por isso que existe hoje, um sentimento de incertezas.

Publicidade
Publicidade

Um dos jornalista perguntou a Temer, se o Papa estaria equivocado. O presidente respondeu: "Equivocado jamais". "O Papa quer apenas que oremos para que haja pacificação no país, e a minha luta é voltada nisso", disse Temer.

Manifestações

De acordo com Temer, essas depredações que acontecem nas manifestações são inaceitáveis, e o Papa por ser uma pessoa sábia, pediu orações para o Brasil. "O verdadeiro povo que manifesta é aquele que não depreda, apenas participa de um movimento democrático", ressaltou Temer.

A alegria do povo brasileiro virá quando a economia crescer, retomando a confiança de todos no país. Assim virão novos empregos e as pessoas serão mais felizes.

Papa no Brasil

O Sumo Pontífice comentou em 2013, na Jornada Mundial da Juventude, que voltaria ao Brasil em 2017. Porém, em entrevista dada essa semana, Francisco comentou que não é certeza dele vir ao Brasil 2017, mas que tem a Santa Padroeira do país junto com ele no jardim do Vaticano.

Publicidade

O presidente do Brasil falou em sua entrevista, que seria uma honra poder receber o Papa, e se for o caso, faz questão de ir ao Vaticano convidá-lo à voltar ao Brasil. 

Nascido em Buenos Aires, Argentina, Jorge Mário Bergoglio, sempre teve ligações próximas à movimentos sociais. Em maio desse ano, recebeu a atriz Letícia Sabatella, que lhe entregou um documento informando sobre o impeachment de Dilma Rousseff. #Michel Temer