O presidente Michel Temer discursou na tarde desta segunda-feira (19), nos Estados Unidos, no encontro da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre o tema refugiados. Segundo o peemedebista, o Brasil recebeu "mais de 95 mil refugiados", porém, segundo dados oficiais do próprio governo, até abril desse ano, foram apenas 8.863 pessoas recebidas pelo país. 

A fala de Temer e os números apresentados logo levantaram suspeitas nas redes sociais e foram checados. Segundo o Comitê Nacional para os Refugiados (Conare), órgão responsável por receber e liberar os refugiados, o Brasil recebeu apenas 8.863 pessoas nessa condição, mais de dez vezes menos do que foi apresentado pelo agora presidente da República.

Publicidade
Publicidade

A justificativa do governo para a disparidade entre os número é que a fala de Temer levou em consideração os "quase 85 mil cidadãos haitianos" que vieram para o Brasil após o terremoto acontecido no país em 2010. O problema, para Temer, é que, oficialmente, só são considerados refugiados pessoas que tiveram que fugir de seus países por perseguições de raça,religião, nacionalidade, grupo social ou opiniões políticas, além daqueles que vivem em países que desrespeitam os direitos humanos.  #Michel Temer #Dentro da política #PMDB