O #Palácio do Alvorada sempre foi a residência oficial do presidente da República. Luxuoso, espaçoso e reformado no ano de 2006, é um imóvel preparado para abrigar o presidente e toda a sua família em Brasília. Considerado patrimônio histórico da humanidade, título dado pela Unesco, o Alvorada é um símbolo que representa o poder no país. Mas, pela primeira vez, após anos, o Palácio corre o risco de ficar sem um “inquilino” e vazio, pois, o presidente Michel Temer parece não estar com muita vontade de abandonar o Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República e se mudar com a família para o Palácio da Alvorada. Segundo reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo, a família de Temer pode quebrar uma tradição de ex-presidentes e poderá optar por permanecer no Palácio do Jaburu, onde Temer está hospedado com a mulher Marcela e o filho, “Michelzinho” desde julho desse ano.

Publicidade
Publicidade

Mas a decisão da mudança ou não ao Palácio do Alvorada, caberá a Marcela, esposa de #Michel Temer. Temer jogou para ela, a primeira-dama, a responsabilidade de “avaliar” qual será a melhor opção. Ficar ou mudar, o fato é que, Temer não estabeleceu uma data específica para que a esposa esclareça qual será a sua escolha e assim o Palácio do Alvorada vai ficando de lado e parecendo uma residência abandonada.

Para Temer, Palácio do Jaburu “tem mais jeito de casa”

Em comentário feito ao jornal “O Globo”, o atual presidente da República foi direto, e não se intimidou em expressar a sua opinião sobre qual seria a melhor escolha para ele e sua família residir. Para Temer, o Palácio do Jaburu tem mais “jeito de casa”.

Residência oficial de Dilma Rousseff por cinco anos e meio e de Luiz Inácio Lula da Silva por oito anos, o Alvorada, teve como seu primeiro inquilino o emblemático, Juscelino Kubitschek, presidente que projetou e construiu a capital federal do país, Brasília.

Publicidade

Agora é esperar o fim dessa novela, será que Temer vai sair e se mudar com a família ou vai ficar, e quebrar uma tradição de décadas na presidência? 

   #Marcela Temer