Neste fim de semana, começou a circular um vídeo na internet que mostra o comentarista político e apresentador William Waack fazendo um brilhante discurso sobre a situação econômica do país. Durante três minutos de discurso, ele não se incomoda da obrigação de isenção de jornalista, passa por cima da TV Globo e critica o governo da ex-presidente Dilma Rousseff, dizendo que ela é incapaz. Ele chega a citar algumas estratégias que na cara estão erradas, tão na cara que Waack chegou a acreditar que a representante do Partido dos Trabalhadores (#PT) pudesse ter uma carta na manga, o que infelizmente nunca aconteceu. 

O âncora, no entanto, deixa claro que o problema do país é a cultura do brasileiro, que tira a iniciativa de empreendedorismo, para acreditar em outras que não teriam mérito próprio, como um emprego público, por exemplo, que na maioria das vezes garante apenas a sobrevivência.

Publicidade
Publicidade

"Os fatos que estão se impondo na política hoje é que o populismo fiscal leva à catástrofe", disse ele, aumentando o tom contra a petista. Apesar do vídeo ter sido divulgado agora no Facebook, ele mostra um encontro de William no ano passado, durante um Congresso de economia. 

A opinião do âncora da Globo gerou muita repercussão. Veja a seguir alguns dos comentários:

"Um dos poucos que ainda não ganham um trocado do Partidão. Os jornalistas brasileiros, na sua maioria de Esquerda, a tempos deixaram a verdade pra trás em troca da militância.". 

"Não caiam nesta retórica capitalista, que é só uma desculpa para exploração. Waack é tão bandido quanto o PT e todos os outros", disse outro seguidor irritado.

O erro

William Waack ainda diz que o excesso da mão do governo não traz os resultados que o PT disse.

Publicidade

Segundo ele, o único caminho para mudar a situação é a política das ruas, investindo de fato no cidadão. "Meu erro foi subestimar a capacidade de Lula fazer votos e de Dilma fazer besteiras", disse o jornalista, fazendo a plateia cair na risada.

Veja abaixo o vídeo que voltou a repercutir nas redes sociais:

#Dilma Rousseff