Ao se traçar o perfil político de Michel Temer (PMDB), uma das principais características do atual presidente é sua capacidade de diálogo nos bastidores. Segundo levantamento feito pelo G1, o peemedebista recebeu 80 congressistas durante os seus quatro meses de governo - tanto interino como efetivo. No total, juntando Câmara dos Deputados e Senado Federal, são 594 parlamentares. Temer recebeu o equivalente a 13,4% deputados e senadores, de 17 legendas.

O levantamento feito pelo G1 deixa claro que só considerou reuniões oficiais, aquelas que estão na agenda de #Michel Temer, encontros como cafés da manhã, almoços ou jantares (como o realizado na véspera da votação da PEC do teto de gastos) não foram contados. 

O partido que mais foi recebido por Temer, obviamente, foi o PMDB, com 20 deputados e senadores.

Publicidade
Publicidade

O segundo é seu atual principal aliado, o PSDB. O G1 apontou que os presidentes da Câmara e do Senado, Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Renan Calheiros (PMDB-AL), foram os mais recebidos. Maia esteve mais com Temer do que Calheiros, o deputado do Democratas foi recebido seis vezes pelo presidente da República. 

  #Congresso Nacional #Dentro da política