Com a realização do segundo turno das eleições 2016 neste domingo (30), os olhos se voltam para 2018. Nesse cenário, o nome do governador de São Paulo, #Geraldo Alckmin (PSDB), ganha mais visibilidade com a vitória dos prefeitos que receberam seu apoio, entre eles, o empresário João Dória (PSDB), que foi eleito já no primeiro turno para a Prefeitura de São Paulo.

A grande disputa interna do PSDB para a escolha do futuro candidato a presidência apresenta três personagens importantes na história do partido. O governador Geraldo Alckmin, o senador mineiro Aécio Neves e o ministro das Relações Exteriores, José Serra, brigam pela indicação do partido, mesmo estando há pouco menos de dois anos para a realização das convenções partidárias.

Publicidade
Publicidade

No segundo turno, o PSDB disputou três prefeituras no interior do estado. Venceu em duas delas, mostrando a força do governador paulista, que também contabilizou vitórias no grande ABC em dois municípios importantes, Santo André e São Bernardo do Campo. No placar geral, os tucanos comandarão 167 prefeituras no estado, fazendo do PSDB o partido com mais prefeitos paulistas. Em segundo lugar está o PMDB, que conseguiu eleger 81 prefeitos no estado.

Em todos os municípios, o apoio direto do governador paulista foi decisivo para a vitória de seus afiliados políticos. Em se tratando do interior, uma das vitórias mais importantes aconteceu em Ribeirão Preto e em Jundiaí. O PSDB perdeu em Franca e Sorocaba, onde lançou candidatura própria, e em Bauru, onde fez coligação com o PV.

No balanço final das eleições, Geraldo Alckmin sai fortalecido na disputa dentro do partido para emplacar sua candidatura à presidência da República, tendo como força extra, numa virtual campanha, o apoio do PSB, partido do vice-governador Márcio França.

Publicidade

 

Com derrota em casa, Aécio Neves vê sonho da presidência mais longe

O ex-candidato à presidência da República e atual senador Aécio Neves (PSDB) não teve a mesma sorte do governador paulista. O candidato apoiado por ele em Belo Horizonte, João Leite (PSDB), perdeu para Alexandre Kalil (PHS), que foi apresentado como uma terceira via, já que nunca foi político. Kalil foi presidente do Clube Atlético Mineiro.

O partido só conseguiu a eleição de dois candidatos em cidades relevantes do estado mineiro, Contagem e Governador Valadares.  A vitória de seus aliados no estado era vital para alavancar sua candidatura à presidência em 2018, mas com os resultados deste domingo, Aécio Neves precisará repensar sua atuação e estratégia.

Disputas internas à parte, o PSDB saiu como um grande vitorioso, pois governará 27% da população brasileira, um grande recorde do partido desde 2000. O partido registrou vitória em 28 das 92 cidades brasileiras com mais de 200 mil eleitores, além de centenas nos pequenos municípios. No total, o PSDB elegeu 803 prefeitos, mas ainda fica atrás do PMDB, que elegeu prefeitos em mais de mil municípios. #Eleições 2016 #Política