Alexandre Kalil (PHS) e João Leite (PSDB) se encontraram no último debate entre candidatos à prefeitura de Belo Horizonte, que foi realizado nesta sexta-feira, dia 28 de outubro, pela Rede Globo. Como nos encontros precedentes, os dois tiveram uma postura agressiva, trocando ofensas de cunho pessoal entre si. Nem as famílias dos candidatos foram poupadas nas acaloradas discussões.

Os caciques políticos de cada candidato também foram ponto de troca de farpas entre eles. Leite acusou Kalil de não admitir publicamente o apoio de Fernando Pimentel, governador petista de Minas Gerais, e que, segundo o tucano, teria indicado o vice de Kalil, Paulo Lamac, deputado estadual que fazia parte do PT, mas que atualmente é filiado à Rede. Leite acusa Kalil de se envolver na "lama do PT".

Publicidade
Publicidade

Já Kalil tentou associar Leite ao senador Aécio Neves, também do PSDB. O candidato tucano negou a vinculação.

Kalil novamente lembrou a participação do candidato do PSDB na administração de Márcio Lacerda (PSB) da prefeitura de Belo Horizonte, que, segundo ele, deixou a capital mineira em situação ruim. Além disso, ele acusou Leite de haver empregado na prefeitura uma filha. Sobre essa questão, o tucano disse que a referida filha é uma profissional qualificada, e que atualmente vive e trabalha nos Estados Unidos.

O debate também descambou para questões pessoais dos candidatos. Leite novamente afirmou que Kalil não trata bem os funcionários de suas empresas, "gritando" com eles, além de possuir dívidas previdenciárias com alguns desses empregados. Ele disse ainda que o candidato do PHS tenta passar ao eleitor uma falsa imagem de alguém "pobre", quando na verdade é rico, detentor de carros luxuosos, mas que ainda assim possui as referidas dívidas com seus funcionários.

Publicidade

João Leite e Alexandre Kalil estão muito próximos nas pesquisas de intenção de voto para a prefeitura de Belo Horizonte. Em pesquisa divulgada pelo Ibope divulgada do dia 27, quinta-feira, Kalil possui 39% e Leite 36% das intenções de voto. Na votação do primeiro turno, Leite ficou na frente com 33,40% dos votos, contra 26,56% de Kalil. #Eleições #Eleições 2016 #Política