O tempo fechou na audiência pública realizada na última terça-feira (25) na Câmara dos Deputados, em Brasília. O entrevero se deu por causa da suposta declaração da atriz #Alexia Dechamps que ofendeu os nordestinos. A sessão que discutia a proibição da prática da #Vaquejada no Brasil, que o STF decidiu ser inconstitucional, terminou em bate-boca. A infeliz e preconceituosa frase da atriz revoltou os deputados, vaqueiros e demais presentes. "Calem a boca que nós pagamos o Bolsa Família de vocês", proferiu a atriz se dirigindo aos nordestinos.

O deputado Pedro Vilela (PSDB-AL) repudiou a postura inapropriada e repulsiva da atriz Alexia Dechamps.

Publicidade
Publicidade

Veja o vídeo abaixo:

Atriz tenta se explicar nas redes sociais

Depois da repercussão da frase polêmica sobre os nordestinos, a atriz se manifestou em sua página no Facebook. Alexia Dechamps critica a postura do deputado Pedro Vilela (PDSB-AL) e diz que seus argumentos foram deturpados e que levará o caso à Justiça. A atriz também cobra a gravação da "suposta" frase que dizem atribuir a ela. "E eu pergunto, cadê a minha fala deputado?"

A reação nas redes sociais foram imediatas, poucos a defendem, muitos criticam a fala da atriz. 

STF decidiu que prática da vaquejada é inconstitucional

O Superior Tribunal Federal (STF) derrubou, no dia 6 de outubro, a lei do Estado do Ceará que regulamentava a vaquejada. Os ministros consideraram a atividade maus tratos a animais. Por 6 votos a 5 venceram os direitos dos animais contra os plenos exercícios dos direitos culturais.

Publicidade

Os protestos contra a decisão do STF continuam. Vaqueiros e empresários do setor negam que a prática maltrate animais e que é fonte de economia gerando empregos diretos e indiretos.  

O Senado Federal analisa quatro propostas para regularizar a vaquejada e conta com o apoio do presidente do senado Renan Calheiros, que garantiu portas abertas e respeito à diversidade cultural e tradições brasileiras.

A vaquejada é muito popular no #Nordeste. Consiste em dois vaqueiros, montados em cavalos tentando derrubar um boi, lhe puxando o rabo.