Neste domingo, 02, acontecem as Eleições Municipais em todo o país. Mais de 140 milhões de eleitores estão indo às urnas para escolherem seus vereadores e prefeitos. A votação tem término marcado para às 17h e, devido a informatização de todo o sistema, tudo acontece de maneira praticamente instantânea. Já nos primeiros minutos, os primeiros dados são divulgados. Mas aí fica a dúvida, como acompanhar a apuração dos votos ao vivo?

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem várias formas para isso. Abaixo, selecionamos algumas delas, que envolvem aplicativos que podem ser baixados gratuitamente pelo Google Play. Entre eles, estão o Boletim na Mão, #Eleições 2016 e Resultados

Resultados

Ao todo, a Justiça Eleitoral disponibiliza cerca de onze aplicativos, apenas para tabletes e smartphones, que podem ser baixados em sistemas IOS e Android.

Publicidade
Publicidade

No aplicativo Resultados, o cidadão consegue acompanhar ao vivo a apuração da votação das eleições em sua cidade. Com isso, eleitores de mais de cinco mil municípios brasileiros podem ver se o seu candidato será ou não eleito. Dá para acompanhar todo o sistema de votação, tanto para a votação de prefeito, quanto para a de vereadores. 

Neste ano, a eleição tem uma grande diferença, que é a mudança do peso do voto por legenda. Agora, quem votar na legenda pode não ajudar o partido. Isso porque, o candidato tem que ter, no mínimo, 10% do chamado coeficiente eleitoral para ser eleito sem a ajuda desse recurso. Isso é feito para evitar que um candidato com muitos votos eleja também outros do mesmo partido que não obtiveram a quantidade de votos suficientes para se elegerem. 

O aplicativo Resultados já está disponível e começa a ser atualizado a partir das 17h. 

Boletim na Mão

Esse aplicativo permite que o eleitor confira os resultados das Eleições através do chamado Código QR, que é um código de barras em 2D a ser escaneado pela maioria dos aparelhos celulares com câmera.

Publicidade

Nele, os eleitores, além de acompanhem a votação, podem ter acesso aos documentos impressos e quadros de aviso localizados nas seções eleitorais.

E aí, está esperando o quê para acompanhar a "festa da Democracia"?  #Brasil #TSE