Pesquisas Ibope e Datafolha realizada dia 1º de outubro, no sábado, já dava indicações de provável #Segundo Turno entre o prefeito candidato a reeleição Roberto Claudio do PDT e o deputado estadual Capitão Wagner do PR. Após apuramento total das urnas o que se esperava foi confirmado, Roberto Cláudio com 40,81% de votos válidos segundo a Justiça Eleitoral e seu concorrente Capitão Wagner com o equivalente a 31,15% votos válidos.

Agora os cidadãos fortalezenses terão, mais do que nunca, que aproveitar a segunda oportunidade para exercitar seu olhar crítico e avaliar estratégias e propostas. Um segundo turno desperta mais ainda a competitividade dos concorrentes e isso abre espaço para avaliar melhor o caráter dos nossos candidatos, afinal, a pressão mostra melhor quem nós somos e que atitudes tomamos quando estamos sendo pressionados.

Publicidade
Publicidade

Propostas

O médico sanitarista Roberto Cláudio, da coligação “#Fortaleza Só Tem a Ganhar”, deixou claro em sua campanha a vontade de ficar e dar continuidade aos projetos e programas do primeiro mandato. Almejando a conclusão da obra do IJF 2; a abertura de 110 novos leitos no Hospital da Mulher; os 346 novos leitos na rede hospitalar de Fortaleza e a construção de mais moradias para a população, de baixa renda, pelo Minha Casa Minha Vida.

O militar reformado Wagner Sousa Gomes da coligação “Juntos Somos Mais", apresentou suas principais propostas voltadas para as áreas de emprego, segurança e saúde. Em sua campanha também levantou o debate sobre segurança pública nesta eleição, que, aliás, foi um dos temas mais discutidos durante as duas campanhas, a atuação da Guarda Municipal. Outras pautas que se repetiram nos debates foram os ambulantes, a distribuição de remédios nos postos de saúde e o Passe Livre (Mais informações das Propostas aqui).

Publicidade

O segundo turno esta previsto para ocorrer dia 30 de outubro. Ir para as ruas, fazer selfies e pegar carona nas redes sociais virou estratégia de campanhas, mas esta nas mãos dos eleitores decidirem se continuaram seguindo como está ou se querem experimentar um novo mandato. #Blasting News Brasil