A ex-presidente Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores (PT), uma vez disse que em eleição se fazia o diabo. De fato, é muito comum vermos denúncias envolvendo todos os lados no período eleitoral. Neste domingo, 02, mais de 140 milhões de pessoas vão às urnas de todo o Brasil para escolherem os seus candidatos a prefeito e vereador. Em São Paulo, no entanto, uma polêmica está girando em torno da candidatura de João Doria, do PSDB de São Paulo. Isso porque ele está sendo acusado por internautas de replicar mensagens e tentar assim ganhar seguidores através das redes sociais. A prática do uso de bots é muito comum e é feita até mesmo por empresas.

Publicidade
Publicidade

É uma forma de tentar fidelizar e conquistar os públicos. 

O problema é que quando isso é descoberto acaba dando problema e as pessoas acabam se sentindo enganadas. A primeira denúncia feita contra Doria que ganhou a internet foi propagada pelo site 'Buzzfeed BR'. O 'Tecmundo' também fez uma reportagem a respeito das acusações e disse que entrou em contato com a assessoria do candidato. No entanto, mesmo após alguns dias de espera, nenhuma atualização do staff do político foi enviada. 

Os eleitores que votam em outros candidatos parecem ser os mais irritados. Isso porque existem grupos inteiros de perfis que estão criticando nomes como os dos adversários Marta Suplicy, do PMDB, e Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores. As fotos utilizadas por esses perfis no Twitter também não parecem reais, mas sim aquelas que são encontradas nos chamados bancos de imagens. Uma mesma mensagem foi publicada por quatro perfis diferentes praticamente ao mesmo tempo.

Publicidade

Uma dessas contas acabou sendo apagada depois da denúncia feita pelas reportagens dos sites mencionados nessa matéria. 

Apesar das acusações de uso de robôs, o que está parecendo mais que ocorreu é que fakes estariam publicando a favor de João Doria. Isso porque, como alerta o 'Tecmundo', quando alguma pessoa contrata ou desenvolve esse serviço/plataforma, normalmente, ela utiliza dezenas ou até centenas de robôs. #João Dória #Eleições 2016