O político que foi #Cassado no mês passado é muito perseguido por onde passa e principalmente pelas redes sociais em que ele está presente. Eduardo Cunha relatou que estava sofrendo perseguição de um grupo organizado na internet. A população considera que ele faz parte do banditismo, ou seja, que assassina a democracia cruelmente.

Em seu Twitter, Eduardo fez uma postagem relacionada ao ataque que sofreu durante sua passagem pelo aeroporto do Rio de Janeiro, no qual ele disse que uma mulher percebeu e reconheceu quem era e rapidamente sofreu agressões físicas por ela.

Foi divulgado um vídeo no YouTube em que Cunha é provocado pro gritos "Fora, Cunha" e também "Vai, ladrão".

Publicidade
Publicidade

O vídeo também mostra a mulher correndo e agredindo o ex-deputado em público.

Eduardo Cunha afirmou que esse era o mesmo grupo que esperava ele quando chegava de outros voos, comandado pela mulher que o agrediu fisicamente. A assessoria do aeroporto confirmou que o caso realmente aconteceu na noite desta quarta-feira (12).

Vale lembrar que Cunha tem diversos processos registrados, um deles foi manobrar o Regimento Interno da Câmara para atrasar o andamento das acusações feitas contra ele. Eduardo é réu no STF por cometer corrupção, lavagem de dinheiro e ocultação de contas.

A população que acompanha a vida política do país não perdoa esses atos, portanto, esse é um dos maiores motivos pelo qual Cunha está sendo perseguido por diversas pessoas e grupos por qualquer lugar que ele frequente.

Publicidade

O processo de Eduardo ainda está em andamento, uma vez que foi interrompido no mês de Agosto em decorrência do período de campanha das eleições municipais.

Vale ressaltar que nenhum tipo de agressão física é motivada por meio desta notícia, visto que os relatos apresentados são para mostrar e policiar os indivíduos que se revoltam quanto aos crimes cometidos dentro da política do Brasil.

Com o intuito de sanar os problemas, a polícia deve permanecer atenta quanto a este caso ocorrido, devido Eduardo Cunha promover ódio na maior parte da população pelos crimes que cometeu. #Político #Agredido