Eleito em primeiro turno com 53% dos votos em São Paulo, o tucano João Doria já mostrou que gosta de uma polêmica. Ele não ficou falado e respondeu uma provocação do ex-presidente Lula, que ao ir votar no último domingo em São Bernardo do Campo disse que os paulistas corriam o risco de eleger um "aventureiro", que assim como Fernando Collor surgiu "do nada".

Logo após ser eleito, Doria concedeu entrevista ao SBT e não deixou barato as provocações de #Lula. O novo prefeito de São Paulo ironizou: "Lula sabe que vou visita-lo em Curitiba. Farei lá minha homenagem a ele", em referência à Operação Lava Jato, que tornou Lula, recentemente, réu por corrupção e lavagem de dinheiro.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao jornal Folha nesta terça-feira, Doria não mostrou arrependimento pela declaração. Pelo contrário, manteve o que disse e acrescentou mais uma alfinetada. Disse que levaria "chocolates" a Lula quando ele estiver preso em Curitiba.

A vitória de Doria trouxe uma das principais derrotas do PT de Lula nestas eleições municipais de 2016. O PT elegeu como prioridade a reeleição de Fernando Haddad, que acabou ficando em segundo lugar no pleito com apenas 16% da preferência do público. #João Dória #Eleições 2016