O presidente Michel Temer não dá a mínima para a opinião dos brasileiros. Esta frase poderia muito bem ser ouvida nos protestos Fora Temer que acontecem pelo país ou mesmo ter sido dita por um integrante do Partido dos Trabalhadores. Mas, para a surpresa de todos, foi o próprio Michel Temer que confirmou a oração. "Com toda a franqueza, eu não levo em conta", disse o mandatário brasileiro em entrevista ao vivo para a Rádio Jovem Pan, realizada nesta quinta-feira, 6. O comentário foi feito após um jornalista da rádio pedir que ele comentasse a última pesquisa Ibope, que consultou a opinião dos brasileiros sobre a sua gestão. O resultado da pesquisa foi muito ruim para o presidente.

Publicidade
Publicidade

De acordo com o Ibope, apenas 14% dos eleitores aprovam o governo, enquanto que 39% desaprovam. A pesquisa foi encomendada pela Confederação Nacional da Indústria.

Temer disse que seu objetivo não é terminar o governo com altos índices de aprovação, mas sim terminar com um baixo índice de desemprego. Talvez por conta do alto nível de insatisfação da população, Temer garante que não será candidato à reeleição em 2018. "Governar o Brasil dá muito trabalho", disse, complementando que deseja "recolocar o Brasil nos trilhos".

Quando Dilma tinha baixo índice de aprovação, Temer afirmou que ela não resistiria até o fim do mandato

A pesquisa Ibope e a surpreendente declaração de #Michel Temer acontecem exatamente um ano depois do mesmo instituto ter feito uma pesquisa para medir a avaliação do governo Dilma.

Publicidade

Na ocasião, a então presidente obteve um índice de aprovação de apenas 8%. Aproveitando a fragilidade da ex-parceira, Temer deu entrevistas afirmando que, com tamanha insatisfação popular, Dilma não terminaria seu mandato. Suas palavras foram premonitórias. Dilma sofreu um impeachment poucos meses depois, o que permitiu à ascensão de Temer ao Palácio do Planalto. 

Outros números da pesquisa

A pesquisa CNI/Ibope revelou ainda que 68% dos brasileiros não confiam em Michel Temer. Outros 31% acham que a gestão Temer é pior que a de Dilma, enquanto que 24% acreditam que é melhor.  #Dilma Rousseff