A eleição do último domingo, 02, foi recheada de momentos polêmicos. No Rio de Janeiro, por exemplo, as pesquisas não foram tão certas em relação à porcentagem que alguns candidatos teriam. Jandira Feghali, por exemplo, chegou a aparecer com 9% dos votos, mas fechou as urnas com pouco mais do que 3%. Especialistas indicam que o eleitoral com perfil de esquerda decidiu fazer o chamado voto útil, colocando suas forças em Marcelo Freixo, do PSOL, que conseguiu chegar ao segundo turno e fará uma disputa com Marcelo Crivella. Quem comemorou bastante a derrota de Jandira e já anunciou a parceria com o bispo da Igreja Universal do Reino de Deus é #Jair Bolsonaro, do PSC.

Publicidade
Publicidade

Ele gravou um vídeo em que comemora o fato do seu filho, Carlos Bolsonaro, não apenas ser o mais votado do município, como também, mesmo concorrendo a vereador, ter sido mais votado que a candidata do Partido Comunista do Brasil (PC do B). Um vídeo feito através de uma transmissão ao vivo via internet mostrou Jair ao lado dos dois filhos que concorreram ao pleito na cidade. O outro foi Flávio Bolsonaro, que tentou o cargo de prefeito, mas acabou ficando em quarto lugar, com bem maior pontuação do que mostravam as pesquisas. 

Veja abaixo o vídeo em que ele faz os comentários que estão dando o que falar:

Dando gargalhadas, ele começou a zombar Jandira, dizendo que ela somente sabia falar de golpe o tempo todo. Além disso, ele aconselhou a deputada federal a dar um tempo na Coreia do Norte, para que faça uma espécie de reciclagem.

Publicidade

O país é conhecido por ser de regime comunista e um dos mais fechados de todo o planeta. 

“Estou muito feliz. O meu filho Flávio foi o zero quatro, contrariando os institutos de pesquisa. Mas tudo bem. Ali atrás, o vereador mais votado do Rio de Janeiro", disse ele criticando o Ibope e o Datafolha. Em seguida, ele manda Jandira ter um encontro com o ditador norte-coreano, Kim Jong-un, com quem ela poderia pegar alguma dias. O vídeo já tem mais de quatro milhões de visualizações apenas no Facebook.  #Eleições