Grupos de esquerda estão preparados para protestar uma possível prisão do ex-presidente Luiz Inácio #Lula da Silva.

Integrantes da CUT (Central Única dos Trabalhadores) já preparam movimentos em defesa do ex-presidente.

Outro movimento que está preparado é o MST (Movimento dos Sem Terra). Seus militantes se reunirão e farão uma caminhada rumo a Curitiba em caso da prisão do Lula.

A aflição da esquerda aumenta a cada dia que passa, Lula já é réu de 3 investigações e novos casos não param de ser divulgados.

Lula é acusado de corrupção e lavagem de dinheiro envolvendo a contratação, pela Odebrecht, de uma empresa de Taiguara Rodrigues, parente do ex-presidente.

Publicidade
Publicidade

Outras duas ações estão em andamento por uma suposta tentativa de impedir a delação premiada de Nestor Ceveró, que acusa Lula de ser beneficiado em obras de um apartamento em troca de apoio a OAS.

Os procuradores mantêm as investigações sobre um possível tráfico de influência do petista para empresas em países da América Latina, como Panamá e Venezuela. Existem suspeitas de propina na contratação de palestras de Lula. Em quatro anos, ele recebeu cerca de R$ 30 milhões por supostos serviços.  

É só questão de tempo para a prisão de Lula. É isso que acredita a grande parte da população, um Brasil justo, que puna seus corruptos e destruidores da nação.

O Brasil não é a cara dos movimentos de esquerda, que só se interessam por seus políticos, o que a população quer é o bem do Brasil e é por isso que lutam, sempre para o progresso e não por interesses secundários, pessoas que só pensam em seu interesse tem cada vez menos voz. 

A defesa de Lula sempre é a mesma, "Não sei de nada, não vi nada, sou honesto". 

O Brasil acordou, e hoje, reconhece o caráter de Luiz Inácio Lula da Silva.

Publicidade

Antes, com os maiores números de aprovação e popularidade, hoje, a grande maior parte da população brasileira, pede Lula na cadeia. E Isso poderá acontecer, mais cedo ou mais tarde, ou pelo menos assim que se encaminha o desfecho dos fatos.

Aguardem cenas dos próximos capítulos. #Política #Dilma Rousseff