#João Dória (PSDB) foi eleito prefeito da cidade de São Paulo no primeiro turno, com 53,29%, contra 16,70% do atual prefeito Fernando Haddad (PT). Ainda no comitê, o novo comandante da cidade falou com exclusividade com os jornalistas Roberto Cabrini e Kennedy Alencar, no “Conexão Repórter”, do SBT. Na conversa, Dória alfinetou Lula, falou sobre Geraldo Alckmin e rejeitou reeleição em 2020.

Lula

O ex-presidente Lula comparou João Dória ao ex-presidente Fernando Collor e chamou o novo prefeito de São Paulo de “aventureiro”. Dória comentou sobre isso na entrevista: “Eu estou em uma noite de paz. Vocês todos sabem qual a minha opinião sobre o Lula.

Publicidade
Publicidade

Eu vou visitar o Lula em Curitiba, farei minha homenagem a ele lá”, alfinetou, fazendo referência à cidade base do juiz Sérgio Moro.

Explicando a vitória

“Explico pelo voto. A população votou e nós ganhamos. A população fez a sua melhor opção. Três milhões de votos que eu terei que honrar. Quero ser o prefeito de todos e não só dos que votaram em mim”, disse João Dória.

O prefeito eleito falou ainda que mantém uma relação muito respeitosa com Fernando Haddad. “Ele é uma pessoa de bem”, comentou Dória.

Geraldo Alckmin

Para João Dória, o fato de Geraldo Alckmin ter apostado nele fortalece o governador de São Paulo na disputa pela presidência em 2018. “Ele apostou e acertou e isso traz um capital político. Mas eu e ele defendemos as prévias. Democracia é isso”, disse vencedor do pleito na cidade de São Paulo.

Publicidade

“Quero dizer a vocês: logo no início dessa campanha reuni os quase 500 candidatos a vereador do PSDB e da coligação e abri minha fala falando para eles não esperarem de mim nenhuma vantagem”, afirmou Dória.

Apoio

“Teremos, sim, do estado, com o Alckmim, e do governo federal. O presidente Temer também me ligou hoje. Ele apoiou outra candidatura (de Marta), mas disse que o governo está à disposição”, relatou.

Reeleição

O primeiro ato de João Dória como prefeito, a partir de 1º de janeiro, será aumentar a velocidade nas marginais para 90, 70 e 60 km por hora. Os outros atos, segundo ele, são nas áreas de saúde e educação.

Dória foi questionado sobre uma futura candidatura à presidência. “Vamos cuidar da #Prefeitura de São Paulo. Eu quero ser prefeito de São Paulo. E agora sou eleito. Vou governar a cidade por quatro anos. Não vou buscar a reeleição. Porque eu acho que a reeleição é ruim. Neste momento, meu objetivo é ser prefeito de São Paulo”, disse. #Eleições 2016