O prefeito eleito no primeiro turno em São Paulo, João Doria, causou a fúria do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, após declarar a jornalistas que fará sua homenagem a #Lula (em algum momento) quando ele estiver em Curitiba, na cidade de origem da maior operação de combate à corrupção já vista no país, a Operação Lava Jato. A declaração de Doria foi dada após jornalistas questionarem sobre a comparação feita por Lula, na qual afirmou que o povo de São Paulo não deveria eleger um “aventureiro” como João Doria, e sim Fernando Haddad, do Partido dos Trabalhadores.

“Vocês todos sabem a minha opinião sobre Lula. Ele sabe que, em algum momento, eu irei visitá-lo em Curitiba e lá farei minha homenagem a ele”.

Publicidade
Publicidade

Doria afirmou que levaria um chocolate e até um cisne ao petista.

Apesar de criticar Lula, João Doria elogiou seu adversário político na disputa pela prefeitura de São Paulo, Fernando Haddad. Mas mesmo elogiando Haddad, ele não perdeu a oportunidade de, mais uma vez, criticar o fundador do PT.

“Apesar das diferenças ideológicas. Ele gosta do Lula e eu não gosto. Ele é uma pessoa de bem. Iremos construir uma relação de forma republicana”, afirmou Doria.

Advogados de Lula estudam entrar na justiça contra Doria

O corpo de advogados de Lula, que trabalha com o ex-presidente, já estão se movendo e estudando formas de entrar com uma ação judicial pedindo indenização por danos morais, sobre declarações dadas por João Doria, segundo reportagem publicada no jornal Folha de São Paulo.

Caso se confirme a intenção dos advogados, será a segunda vez que Lula interpela a justiça contra Doria.

Publicidade

A primeira vez ocorreu no mês de abril, após o então candidato a prefeito dizer durante sua campanha que Lula deveria participar logo da campanha de Fernando Haddad “antes de ser preso”. João Doria até chegou a afirmar que pediria ao juiz Sérgio Moro que adiasse a detenção do ex-presidente, já que, por diversas vezes, o juiz responsável pelo comando da Lava Jato participou de eventos realizados pelo grupo empresarial ao qual João Doria é responsável. #João Dória #PSDB