A advogada que fundou o PSOL e que se assume como defensora de um mundo mais justo, onde reine a igualdade, resolveu dar um presente que está levantando várias críticas, nas redes sociais. No Instagram, a política de 45 anos postou uma foto de seu sobrinho brincando com um carrinho de boneca. Como legenda, "tia Lu" escreveu que o menino quis esse presente e que assim estava aprendendo, desde bem pequeno, que cuidar de criança não é só tarefa para mulher. A ideia de Luciana Genro poderia ser apenas essa, uma pura demonstração anti-#Homofobia.

No entanto, ela está recebendo várias críticas e insultos no Instagram e por todas as redes sociais, de pessoas que não estão entendendo dessa forma.

Publicidade
Publicidade

Para a ex-deputada, ela apenas ofereceu um presente que seu sobrinho desejava. Ainda por cima que o menino assim estava aprendendo que tomar conta de criança é tarefa de pai e mãe, de homem e de mulher.

Mais tarde, a advogada brasileira teve que se defender e justificou que apenas deu esse presente porque o menino o pediu, mas não deixando de deixar uma mensagem para seus críticos, explicando que "brinquedo não tem sexo". Se Luciana Genro tinha como objetivo mostrar que os brinquedos também podem ajudar na formação da pessoa, a verdade é que foram muitas as pessoas que não entenderam a sua opinião.

No Instagram, essa foto até recebeu mais de mil curtidas e mais de cem comentários, mas muitos deles estão criticando e xingando a ex-deputada. "A senhora não tem vergonha na cara?", pergunta um usuário dessa rede social como resposta para esse post, que acabou levantando uma polêmica bem maior do que Luciana Genro estaria esperando.

Publicidade

Outros comentam que estão felizes por Luciana não ser tia deles e outros disparam mesmo um ataque mais pessoal e homofóbico, dizendo "a senhora gosta de mulheres" e quer tornar o sobrinho igual. Outros comentários acusam Luciana de "querer aparecer".

Mas, no meio das críticas, alguns comentários elogiando a formação dessa mulher em respeitar o pedido do sobrinho, concordando com a ideia de Luciana Genro de que meninos e meninas podem brincar com brinquedos iguais e assim aprenderem que entre homem e mulher não tem que haver assim tanta diferença.

E o leitor, o que pensa sobre isso? Concorda com esse presente para um menino? Deixe sua opinião. #machismo #Feminismo